quarta-feira, 08 de dezembro de 2021
Colunistas / Esportes
Zé de Jesus Barrêto

COPA DO BRASIL: VITÓRIA LEVA 3X0 DO GRÊMIO EM CASA E SÓ MILAGRE SALVA

Comenta ZédeJesusBarrêto
28/07/2021 às 12:23
   A disputa direta, em dois confrontos, é pra definir quem vai continuar na disputa do título, chegando às quartas de final. Daí, era importante para o Vitória tentar vencer em casa, e ir para o segundo e decisivo jogo no campo adversário com alguma vantagem. Qual nada ! o Leão entrou acuado, jogou um primeiro tempo inteiro atrás, e  nem ameaçou, levou 1 x 0. No segundo tempo teve de sair e os gaúchos mataram o jogo em contragolpes (Grêmio 3 x 0). Lá em Porto Alegre vai sair muito mais difícil.   Mas ...  
*
 O jogo de volta, decisivo, acontece na próxima terça, dia 3 de agosto, às 19h15, na Arena do Grêmio. 
*
 No Barradão 

 O Tricolor gaúcho chegou a Salvador em crise. A equipe vem muito mal no Brasileirão, nas rabeiras (só venceu um jogo), o torcedor gremista está indócil, e o rodado Felipão ainda não achou a equipe ideal, tampouco um jeito de jogar produtivo. Muitas caras novas no time escalado, renovação e também desfalques. 
 *
 No Leão, o desfalque do veterano centroavante Dinei, que sofreu ruptura de ligamentos de um dos joelhos, vai passar por cirurgia e deve ficar longe dos gramados por uns 6 meses.  O jovem artilheiro Samuel retomou a titularidade com a camisa 9. 

 No mais, precavido, Ramon voltou a usar o esquema com três zagueiros de área, centralizados, mas não liberou os alas.  
*
 Com as chuvas diárias de inverno, o bom gramado do Barradão parecia meio mastigado, surrado, escorregadio. O Grêmio de branco, o Leão no vermelho e preto tradicional. Tempo bom.  
*
  Bola rolando ... 

  O Leão começou fechadinho, todo atrás, marcando justo mas dando campo e permitindo o controle das ações dos visitantes que trabalhavam a bola com facilidade no campo inimigo, apertando o cerco. Dos 13 aos 15 minutos, Alisson, Jean Pierre e Darlan tiveram chances de abrir o placar. O Leão mal tinha passado do meio campo, tímido, sem encaixe de contragolpe. Só um time jogava.

  Só aos 27 min o Rubro-negro pela primeira vez chegou na área adversária, num chutão rápido do goleiro Lucas Arcanjo buscando a velocidade de David, mas o avante foi desarmado antes de tentar o chute.  
- Gol ! 1 x 0 Grêmio, aos 30 min. Bola alçada da direita, derrapagem geral na área rubro-negra, e a bola sobrou pra Ricardinho, na frente da marca penal. Inapelável. O VAR checou o lance, demoradamente (absurdo de tempo, 8 min), e confirmou o gol. 

 Aos 41, Alisson testou cruzamento da direita, livre, Lucas Cândido espalmou.  O Rubro-negro conseguiu um escanteio, único, aos 43’, para a primeira defesa, fácil, do goleiro Chapecó. 

 Ficou claro, na primeira etapa, que o Leão entrou em campo com uma única preocupação: não levar gols. O Grêmio passeou, poderia ter definido, matado o jogo, mas...  Tinha o segundo tempo. Quem sabe o Leão acordaria?
*
  Ramon mexeu nos vestiários: Tirou um dos zagueiros, o João Victor e pôs o avente Guilherme; trocou os meio-campistas: saiu Eduardo, entrou Soares. Um time mais avançado, encarando, era a proposta. Aos 3 minutos, David arriscou de longe, assustando o goleiro Chapecó, a bola passou rente ao travessão. Acordou ! O Grêmio respondeu aos 5’, chute de Leo Pereira, por cima. Outro panorama, pois. 

 O Rubro-negro mais aceso, brigando, correndo, mais vivo. No entanto, numa saída de bola defensiva errada...
- Gol ! 2 x 0 Grêmio, aos 8 minutos. Darlan roubou a bola mal passada na frente da área baiana, Ricardinho recebeu e rolou para a finalização de Leo Pereira.

  Foi uma ducha de água fria, mas o Leão reagiu bem, foi pra cima. Aos 12’, Guilherme entrou pela direita e bateu cruzado para Chapecó espalmar.  Na pressão, dois escanteios seguidos. Em 15 minutos o Leão fez muito mais do que fizera nos 54 minutos da primeira etapa.  Então, jogando mais no terreno inimigo, fustigando, marcando na frente, buscando o gol, melhor distribuído no gramado. Outro jogo.

 Por volta dos 20’, Felipão trocou no meio campo: Jean Pierre por Pinares. Trocou técnica por mais força. Ramos pôs Catatau, Gabriel Bispo e Roberto em campo, pilha nova aos 28’ (saíram David, Pedrinho e João Pedro). Felipão respondeu: Luis Fernando no lugar de Leo Pereira. A disputa ficou mais dura no meio campo, um perde e ganha, e os lances de área rarearam. Os gaúchos já administrando a vantagem. 

 Aos 37’, Roberto tentou de longe, errou o alvo.  Felipão, ganhando tempo e fôlego, pôs Victor e Diogo Barbosa no tricolor do Sul, nos lugares de Ricardinho e Darlan. O Leão já parecia sem força, não achava mais espaços para penetrações. Aos 43’, Soares bateu falta da intermediária, nos braços do goleiro. Aos 46’, em boa levada pela esquerda, Roberto recebeu de frente, bateu rasteiro, tirando tinta do poste gaúcho. 
Na volta, a baiana escancarada ...

 - Gol ! 3 x 0, Diogo Barbosa, de cabeça, aos 48’, escorando na frente da pequena área, de cabeça, um ótimo cruzamento de fundo, da direita, de Luis Fernando, fechando o caixão. 
**
O Leão pagou muito caro pela covardia da equipe de Ramon na primeira etapa. Quanto precisou sair pra tentar um gol abriu-se atrás.    
                                                           
*
Escalações 

- Vitória :  Lucas Arcanjo, Marcelo, João Victor e Matheus Moraes; Cedric, João Pedro, Pablo, Eduardo e Pedrinho; Samuel e David. Treinador, Ramon Menezes.

- Grêmio : Chapecó, Vanderson, Ruan, Rodrigues e Cortez; Darlan, Lucas Silva e Jean Pierre; Leo Pereira, Ricardinho e Alisson. Treinador, Felipão.

- Arbitragem, com VAR, comandada por Flávio Rodrigues de Souza, paulista.  
*
- O Leão volta a campo no sábado, 16h30, valendo pela Série B/Brasileirão. Recebe o Avaí, no desespero da 15ª colocação, com a obrigação de vencer ou ... 

**
-  Na outra partida pela Copa do Brasil, o Criciuma  venceu (2  x 1) o Fluminense/RJ, no Heriberto Hulse, em Santa Catarina. 

- O Bahia joga na noite desta quarta-feira, no Mineirão, contra o Atlético Mineiro, também pela Copa do Brasil, três dias depois de ter perdido por 3 x 0 para o mesmo Galo, lá em BH, pela Série A do Brasileirão. 
- Também na quarta à noite o Juazeirense encara o Santos, em Juazeiro, pela Copa do Brasil. 

**