quinta-feira, 21 de outubro de 2021
Turismo

COMITIVA AVALIA SALVADOR COMO DESTINO TURÍSTICO INTELIGENTE

A análise está sendo feita por representantes do Ministério do Turismo e do instituto argentino Cidades del Futuro
Secom Salvador , Salvador | 17/08/2021 às 16:13
Comitiva avalia Salvador como destino turístico inteligente
Foto: Otávio dos Santos/Secom

 

A capital baiana está sendo avaliada para que, em breve, possa implementar novas tecnologias e recursos que estimulem ainda mais o turismo, além de beneficiar os soteropolitanos. A análise está sendo feita por representantes do Ministério do Turismo e do instituto argentino Cidades del Futuro, em parceria com a Secretaria Municipal de Cultura e Turismo (Secult).

 

A programação foi iniciada na segunda-feira (16), com visitas ao Hub Salvador, localizado no Comércio, e os espaços Carybé das Artes e Pierre Verger da Fotografia Baiana, situados nos fortes São Diogo e Santa Maria na Barra. Até quarta-feira (18) a equipe continuará conhecendo outros pontos estratégicos da cidade.

 

Para a representante do Ministério do Turismo, Andrea Guimarães, os espaços culturais visitados são diferenciais da cidade para atrair o turista que busca o contato com a natureza, mas também vem para conhecer a história e cultura da capital baiana. “Estes são espaços que instigam a vontade das pessoas de conhecer Salvador. Eles têm interação, que é algo que chama um público mais jovem, e que é muito importante para quando a gente precisa divulgar a cultura e os artistas da região. Ter contato com personalidades que fizeram a história do local é muito importante também para atrair mais gente e diversificar o destino turístico”, destacou.

 

As adaptações serão sugeridas pelo instituto Cidades del Futuro, contratado pelo Ministério, com base em uma metodologia criada na Espanha e que está sendo adaptada para os destinos turísticos brasileiros. Após as análises da cidade, será estabelecido um planejamento com melhorias que possam qualificar a atividade turística na localidade. A expectativa é que a análise seja concluída até novembro e, no próximo ano, Salvador inicie a etapa de implementação das ações.

 

O titular da Secult, Fábio Mota, afirmou que a análise da comitiva vai possibilitar ferramentas que impulsionem ainda mais o turismo da capital. “Essa visita vai nos ajudar a aperfeiçoar os critérios para que Salvador possa se caracterizar como destino inteligente. É uma vitória para nós e estamos muito felizes por estarmos entre as dez cidades do país que tem potencialidade e capacidade para esse projeto. Isso agrega valor ao produto Salvador e vai atrair outros visitantes”, reforçou.

 

Nesta terça-feira (17), a visita da comitiva continua e o roteiro inclui pontos do Centro Histórico como a Casa do Carnaval, Pelourinho e os hotéis Fera Palace e Fasano. Já na quarta-feira (18) eles passarão pelo Salvador Beach Club, Parque das Dunas, memorial de Vinícius de Moraes, Casa do Rio Vermelho, Largo da Mariquita e Vila Caramuru.

 

Trabalho nacional – O projeto Destinos Turísticos Inteligentes tem como objetivo ampliar a competitividade dos destinos turísticos, melhorando e potencializando o desenvolvimento do turismo tecnológico, sustentável e acessível, além de apresentar destinos mais competitivos, atraentes e inovadores, tanto para os visitantes como para os residentes.

  

Com a iniciativa, os empreendedores de serviços turísticos deverão ganhar com a ampliação da visitação, gerando economia e renda para a cidade. Já o visitante terá uma experiência diferenciada no destino turístico escolhido, desde o momento de comprar a viagem até um passeio na praia.

 

O modelo metodológico foi criado a partir de uma parceria com o Instituto Argentino Cidades Del Futuro (ICF) e com a Sociedade Mercantil Estatal para a Gestão da Inovação e as Tecnologias Turísticas (Segittur), da Espanha, instituições pioneiras no segmento.

 

Com isso, espera-se aumentar a competitividade dos destinos turísticos, melhorar a eficiência dos processos de comercialização e de desenvolvimento sustentável local, colaborar com empreendedores de serviços turísticos e trazer diversos outros ganhos.