sexta-feira, 15 de outubro de 2021
Saúde

ONG JARDIM DAS BORBOLETAS ATENDE 100 CRIANÇAS CARENTES EM CACULÉ

Veja trabalho da Jardim das Borboletas
Tasso Franco , da redação em Salvador | 16/09/2021 às 18:23
JB
Foto:
   O Jardim das Borboletas - A Organização Não Governamental (ONG), pessoa jurídica de direito privado, sem fins lucrativos, tem sede localizada no município de Caculé, no sudoeste da Bahia, situada a 617 km de Salvador. Apesar da região em que a ONG está sediada não existir casos da doença, a Instituição tem atuação em 20 Estados do país e também no Distrito Federal. Ao todo, 100 crianças carentes portadoras da Epidermólise Bolhosa são assistidas pelo Jardim, que dia a dia trabalha para transformar a vida dessas borboletas, proporcionando-lhes mais motivos para sorrir, mais dignidade e uma vida com qualidade e, desta forma, amenizar as suas dores físicas, emocionais e também as do preconceito - já que as feridas na pele parecem ser contagiosas. 

 Jardim está apto a assistir, com muito amor, a cada uma de suas borboletas em todas as suas necessidades e por toda a vida e apresenta ascensão de atuação desde a sua fundação (em 2017), e tem como meta principal ampliar o seu atendimento não só aos portadores de EB como também a outros problemas graves e raros de pele. 

Hoje a ONG conta com 22 colaboradores diretos (funcionários) e milhares indiretos – que são os responsáveis pela concretização e continuidade desse lindo trabalho em prol das pessoas borboletas. Nesses quatro anos de funcionamento, o Jardim das Borboletas tem 100% dos seus custos arcados unicamente por meio de doações diversas, vindas de todas as partes do mundo. Uma causa que felizmente toca pessoas de bom coração, que acreditam em um mundo solidário e justo. 

O tratamento da EB é muito dispendioso. São muitos medicamentos e suprimentos caros, muitas vezes importados, curativos específicos. Cada borboleta do Jardim gera um custo entre R$ 2 mil e 50 mil reais ao mês. Somando-se a isso, a ONG não tem sede própria, precisa manter as despesas administrativas - fixas e variáveis, além de gastos com equipamentos, reformas adaptativas das residências dos assistidos, viagens da equipe e dos pacientes, investimentos nas lojas de produção. 

Nos dias atuais, o Jardim das Borboletas totaliza um gasto médio entre R$ 350 a 500 mil /mês. A partir desse valor tão dispendioso é que se compreende o motivo pelo qual as doações são essenciais para continuidade desse trabalho!