ter�a-feira, 07 de dezembro de 2021
Colunistas / A Boa Mesa
Dom Franquito

DOM FRANQUITO vai ao Jerimum e faz juras de amor a santa esposa

O Restaurante Jerimum da Pituba é muito legal
02/11/2013 às 06:26
Nome mais sugestivo do que jerimum, a abóbora sergipana mais amarela e a fluminense mais vermelha, seria impossível para caracterizar a casa da Pituba que abriga o Restaurante Jerimum, de comidas deliciosas com aquela cara de natureba saudável, parecidas saídas da terra cultivadas com esmero e sem agrotóxicos, de deixar os clientes sem saber por onde começar tal a variedade de pratos servidos no local.

   Mais sugestivo, ainda, é o local onde se situa esse Jerimum (existem outros na cidade) que tive o prazer de visitar e saborear um belíssimo prato. Chama-se a Várzea de Santo Antônio, no Caminho das Árvores, homenagem ao santo de Pádua e Lisboa, nascido em Portugal no século XII e abençoado na Itália onde se tornou o milagreiro das causas impossíveis e santo da igreja católica graças ao papa Gregório IX.

   No Jerimum do Santo de Pádua, digamos assim, não se cultua a penitência franciscana de pão e vinho, pouca coisa a forrar o estômago, porque a variedade de comidas à vista do penitente freguês, por mais que tenha espírito franciscano é tentado e encantado por sabores e aromas. 

   Daí que, quando menos se percebe está o penitente com o prato repleto de tudo um pouco como fiz ao lado da señora Bião de Jesus, a qual, ao saber que o garçom nos serviria uma long neck Hineken, daquelas do verde ficar palmeirense, pediu logo que trouxesse duas delas para gáudio de nosotros.

   Primeiro, como nesse tipo de restaurante não se deve ter pressa nem se afobar na hora de fazer o prato, servimos um básico com queijos e bolinhos de bacalhau, para ir saboreando a verdinha e apreciando a paisagem. E, claro, comentar o que fazer a seguir diante de tantos sabores agradáveis.

   Diria que não me contive e fui colocando salmão bem passado, peixe ao molho de maracujá (um dos meus preferidos), maxixe, cebola gratinada, tomatino, abacaxi flambado, tomatinos, abóbora (jerimim é claro), beringela e cenoura um prato daqueles de encher os olhos de alegria e prazer. 
Depois foi só sair pegando com a ponta do garfo cada uma dessas preciosidades, olhando a beleza da señora Bião de Jesus, a qual também caprichou no seu prato e no visual, belíssima e com aroma especial.

   Tudo ficou mais saboroso com direito a oração para Santo Antônio e juras de amor.
--------------------------------------------------- 

Restaurante Jerimum

Rua Várzea de Santo Antônio, 203

Caminho das Árvores, Salvador, Bahia

Fone 71.3358.0920

restaurante@jerimumrestaurante.com.br 

Tem manobrista

Refeição para dois com Heinekeen R$80,00

Aceita todos os cartões