quarta-feira, 08 de dezembro de 2021
Colunistas / A Boa Mesa
Dom Franquito

SALADA de Camarão do JôJô com molho agridoce é a dica de dom Franquito

Quem ainda não conhece o JôJô yo recomendo sem a menor dúvida
19/10/2013 às 07:57
 Meu restaurante preferido em Lauro de Freitas, Vilas do Atlântico, é o Jôjô, um oriental que tem uma variedade enorme de delícias das culinárias japonesa, chinesa, vietnamita, coreana, indiana e indonésia. 

   Meia volta e volta e meia passo por lá para desfrutar do bom atendimento desta casa que pratica preços de bom senso, tem uma carta de vinhos modesta, porém, com o essencial, e serve Original, aquela cerveja grande de ótimo sabor.

   Como estou em fase lagarto por recomendação médica evito os apimentados da Índia, aqueles frutos do mar sempre muito temperados com pimenta e gengibre, ou os vietnamitas. Deixo-os para a señora Bião de Jesus, a qual, acompanhada do Deus do Amor, seu gurizão Agapito, experimentou uma daqueles carnes bem apimentadas  à moda vietnamita.

   - Estar aqui no Jôjô e só comer salada só mesmo para você com essa cara de doente - advertiu-me com ironia a señora Bião quando pedi uma salada de camarão à moda natureba.

   - Não desejo morrer pela boca, respondi com galanteio saboreando a Original geladíssima e observando o jovem e ágil garçom que nos atendia.

   - É...está até bonita, acercou-se ela de desculpas quando meu prato chegou a mesa.
Ainda assim, para não perder a viagem disse que melhor seria se colocasse um molho agridoce para, pelo menos ficar, com um melhor sabor.

   Acolhi a sua proposta e temperei a salada a gosto oferecendo-lhe um dos camarões na ponta do gargo, de bom coração.

    Já estava a meio caminho e nada do prato deles chegarem. A señora Bião protestou com o jovem garçom: - Daqui a pouco ele (apontando em minha direção) acaba e o nosso prato não chega. 

   - Ah! disse Agapito: - Certo fiz eu que já devorei dois temakis, um de salmão com creme chesse e outro de peixe empanada, portanto, aguento a espera mais tempo do que a mama.

   - Você poderia me dar mais um dos seus camarões - soluçou a señora Bião - quase choromingando.

   - Com prazer...mas, só este.

    Nisso o jovem garçom trouxe o filé vietnamita deles e foi uma festa. Em instantes e a señora Bião já dizia que estava bastante saboroso, mas, apimentado ao Oriente.
 Solicitou, então, mais uma botella de Original, segundo seu dizer para amaciar o filé. De minha parte, como não sou soberbo, a ajudei nessa tarefa.

    Nada não...elegância à parte, como se diz no popular, raspamos os tachos e o garçom levou consigo os pratos nus de volta à cozinha.

   Quem ainda não conhece o JôJô fica a dica. Pode ir que garanto.
------------------------------------------------------------ 
Restaurante Jôjô
Av Praia de Itapoan, qd A2, lote 16
Vilas do Atlântico - logo após a entrada principal
Aceita todos os cartões
Local climatizado
Não tem manobrista
Estacionamentoa fácil
Média de preços dos pratos R$30,00