quarta-feira, 08 de dezembro de 2021
Colunistas / A Boa Mesa
Dom Franquito

DOM FRANQUITO TEM SEU DIA PARISIENSE NO OUI E SABOREIA LAPIN DIFONESE

Restaurante Oui fica na Marina Gourmet, em Salvador da Bahia
31/12/2011 às 08:02

Foto: BJÁ
Coelho da melhor qualidade com mostarda Dijo, e Côte du Rhône
  De vez em quando lembro do tempo em que morei em Paris para matar a saudade. 
Ah! os boulevard e suas monumentais praças.

  O Chez Barnard da Gamboa ainda é o meu preferido na capital baiana, mas, o OUI, na Marina Gourmet, tem seu lugar e não fica nada a dever as casas dos arredores da Place de la Bastilha ou en la Republic.

  Convocado pela senhora Bião de Jesus, belissima como sempre e a lembrar-me do anivesário de casamento, ela que estava sumida deste espaço porque chique como tal não vai aos meus convescotes sertanejos com carne do sol e bodes, sentamos para degustar um Cotê du Rhone Anderol Salvet, no aconchegante OUI, com atendimento primoroso do mäitre Brito.

  Diria que só não é perfeito porque não se vê a Eifel e o Senna e a entrada/couvert fica a desejar, com pãeszinhos insosos.

  Contentamo-nos, pois, ao ver réstias da Baía de Todos os Santos e os barcos dos caixas graúdos da Bahia. Aquele acolá, dizia-me Agapito, é de fulano, o publicitário. Aqueloutro do empreiteiro tal.

  Já é alguma coisa.

  Na pedida do prato principal, em nada fica a dever a Paris, o Lapin Difonese servido ao molho de mostarda Dijon acompanhado de batatas gratinadas.

  O coelhinho dissolve na boca e com golitos do Anderol fica ainda mais saboroso.

   A senhora Bião de Jesus, de sua parte, por recomendação da amiga Tati, frequentadora assidua da casa, já veio com seu pedido na ponta da lingua, um Magret de Canard aux Abricot com molho damasco, acomanhado de suflê de queijo.

   Segundo a própria, virtuoso. Mas, pato, sabe como é, tem umas gordorinhas que não são meu forte.

  E meu Agapito querido, que nos acompanhou nessa jornada das estrelas, como sempre carnívora que é, experimentou e aprovou o Medalhão Funchi Secci acompanhado de fettucine na madeira.

  Disse-me que melhor em sabor do que o file do Moreira, a casa portuguesa do Mocambinho.

   Uma coisa que faz falta no OUI, me pareceu, foi a música francesa. Se assim fosse completaria o clima parisiente. Não precisaria ser ao vivo, mas suave à moda Bernard.

   Gostei muito do OUI. É daqueles que dá vontade de retornar.

   Os preços são salgadinhos, mas, na Bahia está tudo assim: terra de pobres com preços de ricos.

---------------------------------------------------
Restaurante OUI
Culinária Francesa - Marina Gourmet
Avenida Contorno - Salvador - Bahia
Fone 71. 3321.4765
Funciona todos os dias para almoço
De 3ª a sábado para jantar, 19 às 0h
fredbarreto@uol.com.br
Manobrista R$10,00
Média do prato individual R$55,00
Média preço de vinhos R$100,00
Couvert R$25,00 por pessoa
Aceita todos cartões