sexta-feira, 03 de dezembro de 2021
Colunistas / A Boa Mesa
Dom Franquito

COQUETÉIS DE CAMARÕES DO HAITI, EM LIMA, SÃO OS SABORES DO PACÍFICO

Café e Restaurant Haiti, Avenida Diagonal, 160, Lima, Peru
11/02/2011 às 10:06
Foto: BJÁ
 
  O jovem imigrante italiano Antonio Neri chegou a Santiago do Chile na fase pós II Guerra Mundial, tentando melhorar sua condição de vida. Nessa época, muitos outros europeus se estabeleceram Brasil, EUA, Argentina, Peru, Colômbia, etc (dizia-se que vinham fazer a América) e acá, em Salvador, aportaram muitos galegos da Espanha.
  Em Santiago do Chile, Neri verificou que não havia café expresso, negócio que prosperava na Itália como uma novidade. Daí, sentindo o cheiro de bons negócios, importou da Europa máquinas da marca Haití e montou, no centro de Santiago, num "pontinho", o Café-Restaurant Haití. Foi um tremendo sucesso. Os chilenos ficaram "loucos" com aquele café mais saboroso.


  Tanto que, em 1952, Neri expandiu seus negócios e se estabeleceu na Praça Pizarro, em Lima, para sua primeira sucursal. Em Lima, então, no rastro dos negócios com prata e ouro rolava muito dinheiro. Portanto, onde hay diñero; hay buenos aires.


  Instalou o Haití ao lado do Palácio do Governo, centro antigo de Lim, convertendo-se em ponto de encontro de políticos e jornalistas que frequentavam o Congresso. O Haití ganhou fama (assim como o antigo Restaurante Cacique, em Salvador) e chegou ao crescente distrito de Miraflores, a Ipanema peruana, para se tornar o local balado de artistas, jornalistas, políticos e intelectuais.


  Claro, estando em Lima, fomos ao Haití de Miraflores, uma beleza de restaurante, um burburinho enorme entre as mesas, e área para fumadores na parte externa da Av Diagonal, à moda parisiense, onde se pode baforar um cubano da melhorar qualidade e apreciar um expresso colombiano ou um uisque de barris da Escócia.


  Al gusto, pois. Fica a critério de cada cliente. Nosotros, yo e a la señora Bião de Jesus preferimos a Cusqueña, pois el dia estaba abrasador e a cerveja peruano com água dos andes é deliciosa.


  A nova carta do bar do Haití oferece mais de 80 preparações clássicas entre tragos nacionais e internacionais, en especial el mojito Haití, el sour de tamarindo, e o mix Haití preparado com uma infusão de frutas.


  Pero, la señora Bião de Jesus no estaba en bueno dia. Mareada, um poco tonta após visita a Cusco e os altiplanos de Machu Picchu. Entonces, para não fugir ao conhecido, optamos pela Cusqueña e um piqueo cebiche misto, ao ponto, sem o apimentado da comida peruana. Trozos de lula, polvo, carmaões e cebolinha.


  Para completar el final de la tarde, coquetéis de camarão com a pina del Peru, a más saborosa que existe.


  Mais do que isso é pedir la muerte e nessa nosotros la guardamos adelante, sin presa.


----------------------------------

Restaurant Havaí

Avenida Diagonal, 160

Miraflores, Lima, Peru

Recebe cartões Visa, American e Master

Preço médio plato R$35,00

Não precisa fazer reserva