quarta-feira, 14 de abril de 2021
Colunistas / Esportes
Zé de Jesus Barrêto

CHEGOU A HORA DA ONÇA BEBER ÁGUA NO BAHÊA

Só pra alertar que o Campeonato Baiano /2021 começa nesta quarta-feira de Cinzas (e haja cinzas), dia 17, às 19h30. Unirb x Vitória, no Sudoeste. O Unirb é debutante.
16/02/2021 às 11:53
Meados (não) carnavalescos de fevereiro e ainda estamos no retão final da temporada / as derradeiras rodadas do Brasileirão 2021. O título está entre Internacional e Flamengo, que se pegam no Maracanã, fim de semana. Segue a turma que briga por vaga na Libertadores, na Sul-americana e, emoções fortes, a definição de dois piores, candidatos à queda, com destino a Segundona 2021.

 Segundona é um atraso de vida. Técnico e financeiro. Vasco, Goiás e Bahia numa briga de foice no escuro (Fortaleza e Sport na espreita). A rodada de fim de semana, a penúltima, pode definir. O Bahia encara o concorrente direto Fortaleza, jogo de vida ou morte.   
 
  Na Europa mais uma rodada, agora afunilando, pela Champions League. Só fera em campo. Outra leitura de futebol.  
 
  Em tese, decisões propõem jogos de boa qualidade técnica, os melhores em campo, emoções, arte e gols. Merecemos.  
*
   VAReio

  Além dos favorecimentos explícitos, fora e dentro dos gramados, temos visto muitas arbitragens ruins. Sem critérios, apito inseguro.  

  E o jogo não anda. Simulações, presepadas, soprador de apito cercado, tititi, chega pra lá, ‘olha o VAR!’.  Ponteiros rodando para alinhar o torto, travar os frames... 

 Tudo pra nos impor que tudo aquilo que todo mundo viu quando aconteceu não foi. Ou, quem sabe, teria sido. 

  Querem domar a bola, nos botões. Até frabricarão resultados, mas ... 

  Bola se doma nos pés, na cabeça, no peito. 

**
  Duelo de Tricolores

  O Bahia faz no sábado, contra o Fortaleza, o jogo mais importante dessa virótica temporada 2020/21. Pior, não é nenhuma disputa de título, mas está assustadoramente em cheque a possibilidade ou não de o time continuar na Série A, a Primeirona. Uma queda, mesmo que pareça até justa, significa um fracasso, prejuízos financeiros, incertezas no futuro. Atraso.

 E vencer o Fortaleza significa dar um salto adiante, até o carimbo de salvação no passaporte.  Já uma derrota ...  o Bahia ficará à mercê dos resultados envolvendo os concorrentes diretos, Goiás e Vasco. 

  Pra ser franco, ninguém esperava que o Tricolor conseguisse aquele empate ( 1 x 1) com o Galo de  Minas, no Mineirão. Além de jogar na casa do adversário, onde o fogoso Atlético quase sempre vence, a diferença de plantel, a classificação na tabela, e, mais ainda, um visitante todo remendado, arruinado.  

  Pois empatou, com determinação, boa estratégia do jogo e poderia ter vencido. Isso fez reacender uma chama no peito do torcedor tricolor: “Dá pra vencer”.  

  Bem, é um clássico regional, tem a rixa dos últimos embates, disputa de Nordestão, a briga pra não cair...   Vai ser uma guerra de tricolores. Que seja limpa.   
  **
   O clássico Flamengo x Internacional, fim de semana, no Maracanã, define o Campeão Brasileiro 2021.  O Colorado do Sul é uma equipe bem ajustada por Abel Braga, bom coletivo, competitiva. O Flamengo tem lampejos de dar gosto e peças que, inspiradas, decidem. Cariocas x Gaúchos. É o melhor que temos. 
 **
  Baianão 2021

   Só pra alertar que o Campeonato Baiano /2021 começa nesta quarta-feira de Cinzas (e haja cinzas), dia 17, às 19h30.  Unirb x Vitória, no Sudoeste. O Unirb é debutante.

   Há expectativas positivas do torcedor rubro-negro em função da manutenção do treinador Rodrigo, que conhece bem cada palmo de chão da Toca do Leão; e também da aposta, novamente, na juventude, pratas-da-casa, alguns já madurecidos.  Se der liga ...

  A rodada de abertura segue no fim de semana. O Bahia vai disputar com uma equipe de aspirantes ou time de transição, nome da moda. O mistão de atletas feitos nas divisões de base com contratações arriscadas de jovens promissores. Chance de aparecer.