segunda-feira, 16 de setembro de 2019
Turismo

Festa da Boa Morte encerra ritos religiosos com missa de assunção

A cerimônia foi celebrada pelo padre Hélio Vilas Boas
Comunicação Governo da Bahia , Salvador | 16/08/2019 às 10:38
Festa da Boa Morte encerra ritos religiosos com missa de assunção
Foto: Elói Corrêa/GOVBA
As integrantes da Irmandade da Boa Morte, em Cachoeira, deixaram a sede da entidade na manhã desta quinta-feira (15), seguidas por baianos e turistas, para participar da missa de assunção de Nossa Senhora da Glória na Igreja Matriz de Nossa Senhora do Rosário. A cerimônia foi celebrada pelo padre Hélio Vilas Boas. 
Após a missa, integrantes da irmandade, membros da Igreja Católica, turistas e moradores acompanharam a procissão em homenagem a Nossa Senhora da Glória. Na chegada à sede da irmandade, as irmãs dançaram uma valsa e logo após foi servida uma feijoada. Ainda no final da tarde desta quinta (15), as irmãs participam de um samba de roda no Largo d’Ajuda. 
A secretária de Promoção da Igualdade Racial do Estado, Fabya Reis, participou da festa nesta quinta-feira e destacou o papel do poder público na manutenção e preservação da Irmandade da Boa Morte. “Aqui temos a oportunidade de testemunhar a trajetória dessas mulheres que arrastam com tanta devoção uma luta que foi por liberdade e direitos. A política pública deve contemplar também as condições de vida dessas mulheres, incluindo benefícios vinculados à seguridade delas e estamos trabalhando nessa ação para que a gente possa fortalecer essa tradição. O edital da década Internacional afrodescendente apóia iniciativas como essa e vamos trabalhar para que também seja incluído no texto do próximo ano”. 
A Festa da Boa Morte tem mais de 200 anos e desde 2010 é considerada patrimônio imaterial da Bahia. A programação dos festejos foi iniciada na noite de terça-feira (13) e segue até o sábado (17). O evento é apoiado pela Secretaria de Turismo do Estado (Setur) e está entre os três principais eventos religiosos da Bahia.