quinta-feira, 20 de fevereiro de 2020
Colunistas / Política
Tasso Franco

POR QUE Dilma é melhor avaliada do que Wagner na Bahia? p TASSO FRANCO

Veja a nossa análise
12/09/2014 às 09:56
 1. Era de se esperar que o governo Jaques Wagner (PT) à frente do estado após 8 anos estivesse melhor avaliado pela população, até diante de tantas obras que realizou. Segundo o Ibope, a avaliação positiva do seu governo é de 32%, sendo apenas 6% de ótimo e 26% de bom. Já a avaliação negativa atinge 26%, sendo 13% de ruim e 13% de péssimo. No vácuo há 39% dos baianos que acham seu governo apenas regular.

   2. Normalmente a população tende a transferir o regular para o ótimo e bom quando esse percentual está abaixo da avaliação positiva. No caso de Wagner, o regular (39%) está acima do bom/ótimo (32%) e aí a população fica desconfiada e não migra. É provável, também, que não migre para o ruim/péssimo que já tem uma taxa elevada de 26%.

   3. A pergunta que se faz é a seguinte: o governo Wagner teria como melhorar seus indicadores de positivo faltando pouco mais de 100 dias para terminar seu mandato e a 23 dias das eleições?

   4. É provável que não. Em primeiro lugar, Wagner já divulgou o que tinha de divulgar até agora e seu governo é criticado pela oposição por ter gasto algo em torno de R$1 bilhão (nos dois mandatos) em publicidade e não teria mais meios (salvo o horário eleitoral de Rui na TV) de fazê-lo. Em segundo lugar, não há uma obra impactante a ser inaugurada das grandes que prometeu tais como o Porto Sul, a Fiol e a Ponte Salvador-Itaparica que enchesse os olhos da população.
 
   5. A outra questão que se levanta é por que os governos Wagner são medianamente bem avaliados se foi feita uma quantidade enorme de obras no estado, e isso, se supõe, seria determinante para ser um governo muito bem avaliado?

   6. A de se dizer que as obras feitas no estado têm a chancela, em sua maioria, do governo federal e não do governo do estado! Seria um argumento, ao novo ver sem consistência, porque à população interessa a obra quer seja feita por A ou B, desde que seja beneficiada. 

   7. E, nesse aspecto, os governos Wagner recuperaram as estradas, implantaram novas universidades federais, o Minha Casa Minha Vida atende mais de 120 mil familias, há um programa consistente na agricultura familiar, novas indústrias, Água para Todos, Luz para Todos, Topa, mobilidade urbana na capital, novos hospitais, melhores salários aos servidores públicos e um rol de ações no campo social.

   8. Também a de se dizer que a saúde pública no atendimento à população vai mal, o ensino do segundo grau é um dos piores do país, o governo desprezou os aliados nas ações políticas privilegiando os petistas, as ações contra a seca não foram eficientes e a comunicação governamental, mesmo com a montanha de dinheiro gasta, não teria sido eficiente.

   9. Ainda assim, entre pontos positivos x pontos negativos o governo tem muito mais positivos tanto que a presidente Dilma tem avaliação positiva do seu governo na Bahia na casa de 55%, com intenções de votos em 48%; enquanto Wagner tem 32% de positivo e Rui apenas 27% de intenções de votos. Vê-se, pois, que ainda existem margens de crescimento tanto para Wagner; quanto para Rui. 

   10. Serão 23 dias em buscas desses novos indicadores.
                                                                            *****