sexta-feira, 18 de setembro de 2020
Colunistas / Política
Tasso Franco

O PIB baiano a comemoração de Wagner e o empurraaa a Rui Costa

Se Rui não decolar a culpa não seria de Wagner que está lhe dando os meios para isso
02/03/2013 às 11:45
1. O governador Jaques Wagner comemorou a evolução do Produto Interno da Bahia (PIB) em 2012, cujo crescimento de 3,1% superou o pífio PIB nacional de 0.9%, quando o ministro Guido Mantega previa algo em torno de 4%. Um fiasco. O Financial Times já alertou que, com Mantega, Dilma não vai a lugar algum em crescimento. Mas, a presidente já disse que Mantega só sai se quiser. Paciência.

   2. Sem, evidentemente, tripudiar com Mantega, Wagner afirmou através de nota da Secom: "“Tivemos um super PIB, quando comparamos com o desempenho da economia mundial e do próprio Brasil". Tá certo. E tem que se orgulhar mesmo, ainda mais agora que acertou o passo na SEFAZ tirando os xiitas do Sindsefaz, Petitinga se ajustou com os auditores do IAF a arrecadação do ICM está crescendo.

  3. O governador avaliou que os investimentos que o Governo do Estado conseguiu atrair fortaleceram a economia baiana e arrefeceram os efeitos da crise internacional. “As políticas macroeconômicas do Governo Federal nos ajudaram bastante a manter aquecidos os setores de serviços e de comércio, decisivos para o bom resultado do PIB baiano. 

  4. - Continuamos trabalhando para que novos negócios sejam consolidados em nosso estado, dinamizando ainda mais a produção industrial”, declarou.

  5. O governador aposta muito em 2013 para chegar no ano eleitoral fortalecido. Claro que o PIB baiano é uma merreca em relação ao bolo nacional, mas, do ponto de vista local faz um efeito enorme na economia e na política. Tanto que, desde ontem, a Secom badala sobre a coletiva da SEI/PIB e o governo da Bahia, que está sem pagar alguns fornecedores desde ano passado, se ajusta.

  6. Quer fazer o dever de casa todo certinho e já colocou seu principal "galo de briga" na rinha pré-eleitoral, o chefe da Casa Civil, Rui Costa, a andar pelo estado amparado no andor do Comitê da Seca. É uma oportunidade e tanto e Rui tem que decolar. ACM certa ocasião fez isso com Waldeck, mas, não deu certo. O PT, claro, tem outros candidatos, mas, Rui parece ser o preferencial do "home".

  7. A propósito, o Comitê Estadual para Ações de Convivência com a Seca realiza, na próxima terça-feira (5), a sua quinta reunião itinerante, no município de Itaberaba, a partir das 9h. O encontro, sediado no Auditório da Universidade do Estado da Bahia – UNEB, será restrito aos membros do comitê, ao seu coordenador, o secretário estadual da Casa Civil, Rui Costa, e aos 37 prefeitos dos municípios pertencentes aos territórios de identidade Piemonte do Paraguaçu e Chapada Diamantina.

   8. Na reunião, serão apresentadas as ações já executadas e em andamento nos territórios, além dos programas e convênios que podem ser realizados em parceira com as prefeituras.

   9. Será promovido, paralelo à reunião, um encontro, no receptivo de eventos Bahia Fest Hall, entre as equipes técnicas das secretarias e empresas estaduais e os secretários municipais da Agricultura, Assistência Social e de Infraestrutura. O objetivo é oferecer à equipe municipal assistência e orientações sobre as ações em prol da convivência com o semiárido.

   10. O outro objetivo, como diz o slogan da Rádio Piatã é "empurraaaa" Rui. Se não for, paciência. Wagner pode dizer: - Oh! fiz tudo né...