sexta-feira, 03 de julho de 2020
Colunistas / Miudinhas
Tasso Franco

BOLSONARO DIZ QUE DEIXARAM PAÍS À MÍNGUA E GOVERNO ESTÁ SEM DINHEIRO

Presidente diz que ministros estão apavorados com a falta de recursos
16/08/2019 às 12:52
   MIUDINHAS GLOBAIS:

   1. (G1) O presidente Jair Bolsonaro disse nesta sexta-feira (16) que o “Brasil todo está sem dinheiro” e que o Exército vai trabalhar meio expediente para economizar.

   2. Bolsonaro comentou sobre as dificuldades de caixa do governo ao ser questionado pela imprensa a respeito da decisão do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq) de, diante da falta de verba, suspender novas bolsas de pesquisa.

   3. Há três semanas, o governo anunciou um bloqueio de R$ 1,44 bilhão no Orçamento da União, como uma forma de compensar a frustração de receitas decorrente da queda na previsão do Produto Interno Bruto (PIB) para 2019. O contingenciamento afeta diversos ministérios.

   4. “O Exército vai entrar em meio expediente, porque não tem comida para dar para o recruta, que é o filho de pobre. A situação que nós encontramos é grave. Não há maldade da minha parte. Não tem dinheiro, só isso, mais nada”, afirmou Bolsonaro, após participar de uma cerimônia no Palácio do Planalto sobre o Dia Internacional da Juventude.

   5. O presidente acrescentou que “os ministros estão apavorados” com a falta de verba. Ele disse que que tem conversado com a equipe econômica sobre o que é possível fazer para "sobreviver” no ano de 2019.
                                                                          ****
   6. Bolsonaro recebeu nesta sexta-feira (16) no Palácio do Planalto parte da delegação brasileira que disputou os Jogos Pan-Americanos de Lima, no Peru. Na cerimônia, os atletas mostraram as medalhas conquistadas. O Brasil terminou a competição em segundo lugar no quadro geral, atrás dos Estados Unidos. Foi o melhor resultado brasileiro desde 1963. O Brasil conquistou 171 medalhas, sendo 55 de ouro, 45 de prata e 71 de bronze.

  7. O presidente destacou as dificuldades de quem luta para vencer e parabenizou os atletas. “O momento de uma medalha é inesquecível. Isso é para sempre. E é um símbolo que ao colocar na parede da sua casa, nos momentos difíceis, vocês podem olhar para aquilo e falar: ‘Olha o que eu ralei para conseguir aquilo. Não terei obstáculo que seja impossível para atingir o meu objetivo’”, ressaltou.

   8. Durante a cerimônia, o ministro da Cidadania, Osmar Terra, anunciou que o governo vai reforçar o investimento no esporte de base. “Vamos criar um Bolsa Atleta só para olimpíadas municipais e escolares. Queremos ter pelo menos uns cinco mil atletas de base surgindo”, afirmou.

   9. De acordo com o ministro, outras duas prioridades são ampliar a participação do Brasil nos 7° Jogos Mundiais Militares, que ocorrerão em outubro, na China, e criar parcerias com universidades particulares para que medalhistas tenham bolsa integral. “Queremos que vocês, quando estiverem encerrando a carreira de atleta, tenham uma perspectiva profissional”, disse Osmar Terra.
                                                                       ****                                 
   10. O prefeito ACM Neto abre nesta segunda-feira (19), a partir das 9h, a Semana do Clima em Salvador, que contará com uma programação extensa de debates organizada pela Convenção-Quadro das Nações Unidas sobre a Mudança Climática (UNFCCC) e pelo Executivo municipal. O evento, que segue até sexta (23), será realizada na Cidade do Clima, montada no Salvador Hall. Na abertura, será instalado o Painel Salvador de Mudança do Clima.

   11. Também participam da abertura o secretário de Sustentabilidade, Inovação e Resiliência, André Fraga, o embaixador da Holanda, Kees Van Rij, o primeiro-secretário da embaixada alemã, Lutz Morgenstern, entre outras autoridades. O painel terá como tema “Os impactos do clima na vida dos soteropolitanos”. O evento será aberto ao público, e ocorrerá em paralelo às demais atividades da Semana do Clima.

   12. Durante o painel, a Prefeitura apresenta o Plano Municipal de Adaptação e Mitigação da Mudança Climática, contratado com recursos do BID e que se inicia este mês. O aterro sanitário de Salvador também vai receber uma premiação simbólica em função do trabalho de mitigação do carbono.

   13. A Secretaria da Educação do Estado (SEC) inicia nesta segunda-feira (19) o segundo ciclo dos Aulões ENEM 100%. O objetivo é ampliar as oportunidades de aprendizagens de competências cognitivas e socioemocionais dos estudantes do 3º ano do Ensino Médio e da Educação Profissional, com foco na melhoria do desempenho no Exame Nacional do Ensino Médio (ENEM). 

   14. As aulas serão realizadas nos turnos matutino (das 9h às 12h) e vespertino (das 14h às 17h), até sexta-feira (23),  no auditório da SEC, no Centro Administrativo da Bahia (CAB), com transmissão ao vivo por meio do Portal da Educação  e nas redes sociais da Educação Bahia.

    15. A ação pedagógica da SEC abrangerá, no total, 160 unidades escolares de Salvador e da Região Metropolitana de Salvador, contemplando 6.400 alunos. As provas do ENEM 2019 serão realizadas nos dias 3 e 10 de novembro. 

   16. A superintendente de Políticas para a Educação Básica da SEC, Manuelita Brito, fala sobre a importância desta ação pedagógica. “Os aulões são mais uma etapa da mobilização para o ENEM e têm uma importância fundamental porque quanto mais os estudantes se encontram e socializam suas dúvidas se preparam para este momento que é tão determinante porque tem a ver com o seu ingresso no Ensino Superior.

   17. Quem nunca precisou apenas de uma cartela de medicamento e descartou o restante, em bom estado, no fundo da gaveta? Por outro lado, quantos brasileiros sofrem de doenças porque não têm dinheiro para comprar os remédios? Foi pensando nisso, e também na dificuldade que os órgãos públicos têm para atender à demanda da população, que o deputado Jacó (PT) propôs esta semana, na Assembleia Legislativa da Bahia, o Projeto de Lei de número 23.456/2019, que institui o Plano Estadual de Medicamentos Doados.

   18. De acordo com o Projeto, o Plano tem como objetivo a formação de estoques, a partir de doações de medicamentos por pessoas físicas ou jurídicas devidamente cadastradas pelo órgão estadual receptor do medicamento, bem como assegurar medicamentos básicos e essenciais à população carente, disponibilizando-os, de forma gratuita, a cidadãos assistidos pela rede pública de saúde. 

   19. O Projeto de Lei também prevê que a distribuição dos medicamentos será feita, preferencialmente, aos postos de saúde, clínicas da família e hospitais que sofram com a falta de medicamentos. E só poderão ser aceitas doações de medicamentos que estejam em bom estado de conservação e com prazo mínimo de 45 dias antecedentes à data do vencimento.