sexta-feira, 15 de outubro de 2021
Saúde

GOVERNO BOLSONARO ENVIA PARA BAHIA MAIS 600 MIL DOSES DE VACINAS COVID

Ministério anuncia insumos para mais 10 milhões de doses de vacinas
Tasso Franco , da redação em Salvador | 19/07/2021 às 15:33
Mais vacinas do MS para a Bahia
Foto: Walterson Rosa
     A Bahia vai receber mais de 600 mil doses das vacinas contra a covid-19 do Ministério da Saúde a partir desta terça-feira (20). A informação foi divulgada SESAB e outros pelo MS do governo Jair Bolsonaro.

   Os lotes são destinados para primeira e segunda doses do esquema vacinal. São 314 mil doses da Astrazeneca/Oxford, produzidas pela Fiocruz; 79.400 da Astrazeneca/Oxford, enviadas pelo consórcio Covax Facility, da OMS; 132.400 doses da Coronavac e 81.900 doses da Pfizer.

   A Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) recebeu no último sábado (17) mais uma remessa de Ingrediente Farmacêutico Ativo (IFA) para produzir vacinas Covid-19. Essa entrega permitirá a produção de cerca de 10 milhões de doses de vacina AstraZeneca/Oxford no Instituto de Tecnologia em Imunobiológicos localizado em Bio-Manguinhos, no Rio de Janeiro.

   A nova remessa possibilitará entregas no mês de agosto, depois que as vacinas passarem pelas etapas de processamento final e de controle de qualidade. O insumo chegou às 19h15, no Aeroporto Internacional do Rio de Janeiro (RioGaleão). 

AstraZeneca

A vacina AtraZeneca é o imunizante mais aplicado nos brasileiros. São mais de 75,9 milhões de doses distribuídas pelo Ministério da Saúde para estados e Distrito Federal.

O imunizante foi desenvolvido em parceria com a Universidade de Oxford, no Reino Unido, e desde fevereiro de 2021 é produzida em larga escala pelo Instituto de Tecnologia em Imunobiológicos da Fiocruz a partir de IFA importado. No entanto, após acordo de transferência de tecnologia, a Fiocruz passará a produzir vacinas com IFA 100% nacional a partir do segundo semestre deste ano.

Distribuição

Até o momento, o Ministério da Saúde já distribuiu 154,7 milhões de doses de vacinas Covid-19 de diferentes laboratórios para estados e o Distrito Federal. Cerca de 55% do público-alvo já recebeu ao menos uma dose da vacina e 20% completaram o esquema vacinal.