quarta-feira, 19 de fevereiro de 2020
Saúde

Salvador terá mais médicos residentes e vai ganhar 20 postos de saúde

De acordo com o prefeito, está prevista a inauguração de mais 20 unidades de saúde em toda a cidade até o fim de 2020
Secom Salvador , Salvador | 21/01/2020 às 13:51
Salvador terá mais médicos residentes e vai ganhar 20 postos de saúde
Foto: Max Haack/Secom
A Prefeitura vai ampliar ainda mais a cobertura da atenção básica em saúde em Salvador com duas ações realizadas nesta terça-feira (21). Uma delas é a construção da Unidade de Saúde da Família (USF) Nova Sussuarana I, na Rua Santíssima Trindade, s/n, cuja ordem de serviço para início imediato das obras foi assinada no local pelo prefeito ACM Neto, acompanhado do secretário da Saúde (SMS), Leo Prates, autoridades, lideranças comunitárias e população. Também na ocasião, foi assinado o convênio com a Fundação Estatal Saúde da Família (Fesf/SUS), que possibilitará a inclusão de mais 24 residentes que atuarão nos postos de saúde municipais.
De acordo com o prefeito, está prevista a inauguração de mais 20 unidades de saúde em toda a cidade até o fim de 2020. Somente o Distrito Sanitário Cabula/ Beiru – onde está localizada a futura USF Nova Sussuarana I e que registrava uma das piores coberturas de atenção básica de saúde na capital baiana – terá quatro novos postos.
“São investimentos muito importantes. No ano passado, a atenção básica só atingia 13% da população nesta região e estamos caminhando para, no fim de 2020, chegar a mais de 54% de cobertura de saúde, saindo de nove para 53 equipes de saúde da família. Sussuarana mesmo tinha uma carência muito grande na área de saúde e a Prefeitura, entendendo isso, não só construiu um posto que funciona hoje (USF Raimundo Agripino, entregue em 2014) como vamos construir mais dois apenas aqui no bairro”, salientou ACM Neto.
A necessidade de atendimento médico no local foi evidenciada por todos os moradores, a exemplo da doméstica Maria do Carmo Santos, de 46 anos. Residente na Rua Santíssima Trindade há mais de 20 anos, ela revelou a dificuldade em conseguir uma consulta. “A gente chega no posto ali de cima (USF Raimundo Agripino) e nunca tem vaga, porque a demanda é muito grande, já que ele atende a toda a Sussuarana e Novo Horizonte. Essa USF aqui vai ser muito importante, pois vai dar oportunidade de consulta médica que a gente precisa. Estamos bem agradecidos por essa ação que a Prefeitura está trazendo”, relatou esperançosa.
Estrutura – Com investimento de R$1,4 milhões em mais de 600 m² de área construída, a USF Nova Sussuarana I deverá ser entregue no primeiro semestre de 2021, com capacidade para atender a 16 mil pessoas residentes na região. O investimento possibilitará o pleno funcionamento do posto, que terá quatro equipes de saúde da família e outras quatro de saúde bucal, ofertando atendimento humanizado e qualificado a crianças, adolescentes, adultos e idosos.
A estrutura terá dois pavimentos e englobará 12 consultórios, dentre outros ambientes. Serão realizados serviços de acolhimento, atendimento médico, enfermagem, odontológico, além de atividades dos programas prioritários como hipertensão arterial, diabetes, tuberculose e hanseníase. O novo posto também ofertará procedimentos de promoção e proteção à saúde como vacinas, coleta de material para exames laboratoriais, marcação de consultas, de exames e dispensação de medicamentos.
Novos profissionais – A assinatura do convênio entre a Prefeitura e a Fesp possibilitará que os 24 residentes – sendo 12 médicos e outros 12 odontólogos – reforcem o quadro de profissionais de saúde para atender à população. Na ocasião, o secretário Leo Prates lembrou do esforço municipal em contratar médicos para consistir os postos de saúde e de que, em 2020, Salvador terá 104 residentes atuando na cidade, dentro do Programa de Residência Multiprofissional em Saúde de Salvador.   
“Essa é uma forma que a gestão está encontrando em consistir as nossas unidades de saúde. Tem sido feito um esforço grande – já foram realizados concurso público, chamamento pelo Reda (Regime Especial de Direito Administrativo) e contratação por pessoa jurídica e, mesmo assim, ainda faltam médicos na cidade. Sendo assim, estão sendo buscados médicos residentes, que são muito qualificados, com toda a assistência das instituições acadêmicas. Temos certeza que este será um grande passo para que o problema seja resolvido de uma vez por todas”, completou o prefeito ACM Neto.
Demais reivindicações – Outras reivindicações começaram a ser atendidas para melhorar a qualidade de vida dos moradores do bairro. Uma delas é a requalificação da quadra esportiva que fica ao lado da futura USF, já autorizada pelo prefeito ACM Neto e que também deverá ganhar, em área vizinha, equipamentos de ginástica e lazer, com intervenções a serem promovidas pela Secretaria Municipal de Trabalho, Esportes e Lazer (Semtel) e Companhia de Desenvolvimento Urbano de Salvador (Desal).
O canal que passa pela localidade também deverá passar por ações a serem promovidas pela Secretaria Municipal de Manutenção (Seman). Além disso, uma família que vive em situação precária sobre o canal receberá Aluguel Social para ficar em um imóvel mais seguro.