quarta-feira, 19 de junho de 2019
Saúde

Pediatra explica: verão é melhor época para desfraldar bebês

Verão é melhor época para desfraldar bebês, explica pediatra
Andréia Vitório , Salvador | 11/01/2019 às 11:29
Desfralde
Foto: divulgação

O desfralde do bebê costuma ser um momento muito esperado pelas mães. Essa conquista é quase tão importante quanto o desenvolvimento da fala e dos movimentos, mas precisa de paciência para que seja concluída. Afinal, é normal que as crianças passem por um período de adaptação até começarem a usar o vaso sanitário sozinhas.

De acordo com a Dra. Daniela Piotto, pediatra do Grupo Fleury, detentora da marca soteropolitana Diagnoson a+, iniciar o desfralde no momento certo faz toda a diferença. Os pais devem ficar atentos aos sinais que a criança indica quando está pronta para o desfralde: ela consegue se concentrar e ficar sozinha num cantinho, avisa que fez xixi ou cocô, se incomoda com a presença da fralda e já tenta tirar a calça sozinha. É bom destacar que o melhor momento é aquele com menos mudanças na vida da criança – evitar fazer perto do nascimento do irmão, retirada da chupeta, nova rotina escolar ou em vigência de doenças. E aproveitar a chegada do verão pode tornar essa tarefa mais simples.

  “O Verão é uma ótima estação para iniciar o processo de desfralde, já que as roupas do bebê são leves e confortáveis, o que facilita quando o xixi escapa e acaba deixando-o molhado. No frio, a sensação de desconforto é muito maior. Além disso, a possibilidade de mais pessoas estarem perto da criança nessa época de férias é outro fator positivo para o aprendizado”, explica a pediatra. Ainda segundo a médica, é importante mostrar todo o processo para a criança, deixando que ela participe da compra de calcinhas e cuecas novas, por exemplo, bem como do penico ou do redutor de assento para estimular o aprendizado.

É preciso, também, ser paciente e não criticar quando a criança deixar escapar xixi ou cocô fora do penico. Se houver repreensão, ela pode fazer um esforço em segurar mais do que o necessário e desenvolver uma constipação crônica no futuro.

Uma dica é elogiar quando a criança não deixa escapar e pede para ir ao banheiro. “Também é bom que os adultos mostrem quando vão ao banheiro, como forma de dar exemplo, demonstrando que é normal parar alguma atividade para fazer xixi ou cocô”, comenta a especialista.

Outra sugestão é orientá-la a dizer quando está com vontade e mostrar o caminho para se chegar ao banheiro. Recomenda-se iniciar o desfralde diurno e, só quando a criança estiver se sentindo segura durante o dia, começar o noturno. Isso, no entanto, não é regra.

Vai passear ou viajar em família? Nos seis primeiros meses do processo de desfralde sugere-se colocar a fralda na criança durante o passeio ou viagens de carro/avião até ter certeza de que ela vai conseguir segurar.  Aos poucos, essa fase passa.

Assim como outros aprendizados, deixar a fralda para trás também pode ser um processo encarado de forma lúdica. Com diversão, leveza e apoio, a criança relaxa e se sente mais confiante para avançar mais esse passo!