quinta-feira, 03 de dezembro de 2020
Política

EX SECRETÁRIO TURISMO DO GOV WAGNER CRITICA VENDA PARQUE DE EXPOSIÇÕES

"A venda do Parque de Exposições pelo Governo do Estado significa abrir mão do palco de grandes shows em Salvador", diz Leonelli*
Tasso Franco , da redação em Salvador | 28/10/2020 às 19:26
Domingos Leonelli do Instituto Pensar
Foto: DIV


Hoje (28) foi publicado no Diário Oficial do Legislativo um Aviso de Licitação da Secretaria Estadual de Administração notificando que o Governo do Estado da Bahia "receberá propostas para imóveis públicos estaduais passíveis de alienação a terceiros". Dentre eles um terreno na Avenida Paralela, 1590. Trata-se do Parque de Exposições, palco de grandes eventos musicais em Salvador.

Presidente do Instituto Pensar, ex-secretário estadual de Turismo e ex-deputado federal, Domingos Leonelli (PSB), afirma que "não faz sentido o Estado abrir mão de uma das poucas áreas públicas que poderia ser utilizada para uma função urbanística ligada às principais vocações econômicas da cidade como o turismo, a cultura, a música e a economia criativa". Esta é a proposta da Cidade da Música: a criação no local do Parque de Exposições de um polo de produção cultural e grandes eventos.
 
Ele afirma que "dos 32 eventos realizados anualmente no Parque, 29 eram de música. A vocação da área para a música é tão grande que a própria Rede Globo na realização de seus eventos apresentava o espaço como Cidade da Música".

"O governador poderia iniciar neste sentido um diálogo  envolvendo os trades turísticos e culturais, através de suas associações, sindicatos e players destes setores", pontua Leonelli.

"O modelo para a criação da Cidade da Música pode ser de uma Parceria Público Privada (PPP)", afirma Leonelli. A questão seria como viabilizar esta proposta após o Aviso de Licitação para a alienação do Parque de Exposições ter sido publicado no Diário Oficial do Estado.

Segundo Leonelli, esta proposta também contemplaria o setor de agronegócios, pois não impediria a utilização do espaço para eventos do setor, como o Bahia Farm Show, "rico em tecnologia e entretenimento".