quinta-feira, 24 de setembro de 2020
Política

BRASIL TEM 97.256 MORTES POR COVID E TAXA NA BAHIA SOBE PARA 58 EM 24H

Com 70 leitos de UTI e 120 de enfermaria, a estrutura do Wet´n Wild recebeu 682 pacientes e registrou 447 altas.
Tasso Franco , da redação em Salvador | 05/08/2020 às 18:42
Ingrid, deixa Hospital Paralela, curada
Foto: Secom PMS
   MIUDINHAS GLOBAIS:

   1. (BRASIL): O Brasil acumula 97.256 mortes e 2.859.073 casos confirmados de covid-19. Os dados foram divulgados nesta quarta-feira (5) pelo Ministério da Saúde. A taxa de letalidade, que é o percentual de vítimas entre os infectados, está em 3,4%.

   2. Nas últimas 24 horas, segundo a pasta, as secretarias estaduais de saúde notificaram 1.437 óbitos e 57.152 infectados. O governo estima que 2.020.637 pessoas já estão recuperadas, enquanto 741.180 seguem "em acompanhamento" —ocorrências registradas nos últimos 14 dias e que não evoluíram para morte. 

   3. O número de mortos em decorrência da covid-19 no mundo chegou a 700 mil, segundo a contagem da Universidade Johns Hopkins, nos Estados Unidos, que registra mais de 18,5 milhões de casos de infecção pelo novo coronavírus.

  4. Os EUA seguem como o país com a maior quantidade de óbitos desde o início da pandemia, com 156 mil. Logo atrás, aparecem o Brasil, com 95 mil; e México, com 48 mil . Em quarto, está o Reino Unido, europeu com mais óbitos, 46 mil.

   5. Nas contas da instituição, até hoje foram confirmados 18,5 milhões de casos de infecção pelo novo coronavírus, com os Estados Unidos aparecendo na liderança do ranking dos afetados, com mais de 4,77 milhões de ocorrências.

   6. Na sequência, aparecem o Brasil, com 2,8 milhões; a Índia, com 1,9 milhão; a Rússia, com quase 900 mil. Logo depois, na ordem, estão África do Sul, México, Peru, Chile, Colômbia e Irã.

   7. (BAHIA): Na Bahia, nas últimas 24 horas, foram registrados 4.348 casos de Covid-19 (taxa de crescimento de +2,5%), 58 óbitos (+1,6%) e 3.591 curados (+2,3%). Dos 179.737 casos confirmados desde o início da pandemia, 162.838 já são considerados curados, 13.163 encontram-se ativos e 3.736 tiveram óbito confirmado.

  8. Para fins estatísticos, a vigilância epidemiológica estadual considera um paciente recuperado após 14 dias do início dos sintomas da Covid-19. Já os casos ativos são resultado do seguinte cálculo: número de casos totais, menos os óbitos, menos os recuperados. Os cálculos são realizados de modo automático.

  9. Os casos confirmados ocorreram em 410 municípios baianos, com maior proporção em Salvador (33,67%). Os municípios com os maiores coeficientes de incidência por 100.000 habitantes foram Almadina (3.971,45%), Dário Meira (3.912,23%), Gandu (3.647,81%), Itajuípe (3.543,02%) e Ipiaú (3.287,34%).

  10. A Secretaria da Saúde do Estado da Bahia (Sesab) disponibiliza para acesso público, a base de dados completa dos casos suspeitos, descartados, confirmados e óbitos relacionados ao coronavírus (Covid-19). Para fazer o download, é simples: basta acessar o link bi.saude.ba.gov.br/transparencia/ e clicar no ícone localizado no topo da página. 

  11. A iniciativa amplia transparência e possibilita que qualquer cidadão, em qualquer lugar do mundo, possa acompanhar e analisar a evolução da pandemia na Bahia.

  12. O boletim epidemiológico contabiliza ainda 353.097 casos descartados e 80.151 em investigação. Estes dados representam notificações oficiais compiladas pelo Centro de Informações Estratégicas em Vigilância em Saúde da Bahia (Cievs-BA), em conjunto com os Cievs municipais e as bases de dados do Ministério da Saúde até as 17 horas desta quarta-feira (5).

   13. Na Bahia, 15.986 profissionais da saúde foram confirmados para Covid-19. Para acessar o boletim completo, clique aqui ou acesse o Business Intelligence.

  14. A Secretaria da Saúde do Estado da Bahia (Sesab) contabiliza 3.736 mortes pelo novo coronavírus. Em virtude da disponibilização da base de dados relacionada aos óbitos da Covid-19, os interessados no detalhamento dos perfis podem fazer o download do arquivo completo.
                                                           *****
  15. Hoje é o Dia Nacional da Saúde, 05 de agosto, e a data que marca o nascimento de Oswaldo Cruz, um dos pioneiros em saúde pública do País. Neste ano, a data chegou com uma notícia boa para os donos de academias e similares, além dos Profissionais de Educação Física de Salvador que trabalham com a saúde de milhares de pessoas. 

   16. O anúncio da reabertura do setor em Salvador, feito pelo Prefeito ACM Neto, trouxe uma nova esperança de dias melhores para a categoria. Na próxima segunda-feira (10/08) as academias e similares deverão abrir na capital baiana durante a fase dois de retomada das atividades econômicas na cidade.
 
  17. “Durante o mês de julho e início de agosto nos reunimos  com diversos representantes dos municípios da Bahia, inclusive de Salvador, com o intuito de reabrir o setor da forma mais segura possível, pois os Profissionais de Educação Física precisam economicamente das academias e demais atividades desportivas. 

  18. Principalmente a sociedade, que precisa do setor como ferramenta de saúde. Apresentamos sempre um Manual de Biossegurança  durante essas visitas aos órgãos públicos para que essa ação de reabertura possa ser feita com cautela, seguindo todos os cuidados recomendados pelo Ministério da Saúde, para prevenir a transmissão da COVID-19 nestes ambientes” ressaltou o Presidente do CREF13/BA, Rogério Moura.
 
  19. Na capital baiana as academias estão fechadas desde o dia 17 de março. Em Salvador existem 749 academias e na Bahia são 2106. Desde abril, em meio à pandemia do coronavírus (COVID-19), o Conselho Regional de Educação Física da Bahia (CREF13/BA) disponibilizou no site oficial (www.cref13.org.br) e no story salvo na página principal do Instagram (@crefbahia) um manual com informações de segurança para a reabertura de academias. 

   20. As diretrizes expostas no documento devem ser seguidas por todos os Profissionais de Educação Física e empresários da área, após o retorno das atividades nestes estabelecimentos.

  21. Os hospitais de campanha do Wet´n Wild (Paralela), do Itaigara e do Sagrada Família (Bonfim) já receberam, nesse período de pandemia, 1.335 pacientes com o novo coronavírus. Desse quantitativo, 838 receberam alta médica, segundo dados divulgados pela Secretaria Municipal da Saúde (SMS). 

  22. Uma das curadas é a estudante de Ingrid Cardoso, de 23 anos, que deixou hoje (05) o hospital da Paralela após ser internada em estado grave no último dia 20, regulada da Unidade de Pronto Atendimento (UPA) dos Barris. Ela tem asma e chegou a ser entubada, com 50% das funções respiratórias comprometidas.  

  23. "Estou muito grata pelo atendimento que recebi. Desde o pessoal da limpeza até a equipe médica, fui tratada com muita atenção e zelo. Nunca imaginei receber uma atendimento dessa qualidade no SUS", disse Ingrid ao receber a alta médica. 

  24. "As três unidades montadas exclusivamente para enfrentar a Covid-19, que somam total de 157 leitos de UTI e 191 de enfermaria, têm sido essenciais para desafogar a demanda por vagas para tratamento da Covid-19 no sistema de saúde de Salvador, disponibilizando atendimentos de baixa complexidade e cuidados intensivos", disse o titular da SMS, Leo Prates. 

  25. Com 70 leitos de UTI e 120 de enfermaria, a estrutura do Wet´n Wild recebeu 682 pacientes e registrou 447 altas. Já a unidade do Sagrada Família conta com 40 leitos de UTI e 71 de enfermaria, contabilizando 407 admissões e 267 altas. O hospital de campanha do Itaigara, no Caminho das Árvores, dispõe de 47 leitos de UTI.  Até então, o espaço recebeu 295 pacientes, sendo que 124 deles foram tratados e encaminhados de volta para casa.

  26. "Além dessas três estruturas provisórias, a Prefeitura contratualizou leitos junto a diversos hospitais da cidade com objetivo de ampliar a oferta de vagas para tratar infectados com a Covid-19. A estratégia teve como prioridade salvar vidas, além de viabilizar a reabertura do comércio de forma gradual e segura", frisou Leo Prates

  27. A população, hoje, também conta com atendimento para casos de Covid-19 no Hospital Municipal de Salvador (HMS), na Boca da Mata; no Medtower, na Federação; no Prohope, em Cajazeiras; no Hospital Português, na Barra; no Martagão Gesteira (apenas pediatria), no Tororó; e no Hospital Santa Izabel, em Nazaré.

  28. Somente com os esforços empregados pela administração municipal, foram disponibilizados 228 leitos de UTI e 211 de enfermaria exclusivos contra o coronavírus desde o início da pandemia.

  29. Só no último mês de julho, por exemplo, a Prefeitura abriu 99 leitos, ação que contribuiu para a implantação da fase um da retomada de atividades suspensas, que envolveu o funcionamento presencial de shoppings, centros comerciais e grandes lojas de rua - isso ocorreu no último dia 24.

  30. Quando somadas com as unidades do governo estadual, Salvador tem, no total, 717 vagas de UTI e 681 leitos clínicos. Cerca de 35 novos leitos estão previstos para entrar em operação em agosto. 

   31. Boletim divulgado pela SMS aponta que a capital baiana registrou, até o último domingo (02), 53.157 curados pelo novo coronavírus, o que representa 93% do número de casos confirmados da doença na cidade (56.924). No total, 1.798 pessoas morreram em função da Covid-19.

  32. O público feminino é o mais afetado pela doença, representando 55% de casos confirmados, frente aos 45% do sexo masculino. A faixa etária mais atingida envolve pessoas entre 30 a 39 anos (26% dos casos), seguindo por indivíduos entre 40 a 49 anos (23%), e cidadãos com 50 a 59 anos (15%).