sexta-feira, 03 de abril de 2020
Política

MELHOR CARNAVAL DE TODOS OS TEMPOS CONSOLIDA A TURMA DO ELÁSTICO

Refrão repetido por todo prefeito de Salvador há anos: este é o melhor Carnaval de todos os tempos.
Tasso Franco , da redação em Salvador | 20/02/2020 às 20:15
O Carnaval da fita elástikca
Foto: BJÁ
   MIUDINHAS GLOBAIS:

   1. Começou oficialmente o Carnaval de Salvador esperado como o melhor dos últimos anos. Trata-se de um refrão que todo prefeito de Salvador utiliza desde tempos imemoriais do marketing político provavelmente surgido com mais intensamente na época de Wally Salomão, governo Mário Kértész, década de 1980, para se dizer que "o Carnaval deste ano foi o melhor de todos os tempos". 

   2. Antonio Imbassahy (1997/2004) falou muito nesse sentido, o mesmo acontecendo com João Henrique (2005/2012), só para lembrar de prefeitos mais recentes. E o prefeito atual ACM Neto repica o mesmo refrão.

   3. É o prefeito "vendendo seu peixe" como se diz no popular. Quem criou a afirmação de que o Carnaval de Salvador é a maior festa popular do planeta foi Eliana Dumet, na gestão Imbassahy, título referendado pelo Guiness Book. Há dúvidas quanto a essa afirmação. 

   4. Considerando-se, no entanto, os 6 dias oficiais da folia, é provável uma movimentação entre 6 a 8 milhões de pessoas, ainda que sejam as mesmas. Ou seja, quem vai a rua no sábado volta no domingo, na segunda e na terça com pequenas alterações.

   5. Essa conversa de que são 2 milhões de pessoas nas ruas, a cada dia, não tem sentido até porque o espaço físico não cabe. Certa ocasião quando Benito Gama dirigiu o turismo da cidade ele aumentou num ano de 2 milhões de pessoas para 2 milhões e 200 mil. Marketing puro. Hoje chamado de fake-marketing. 

   6. O número de turistas também é duvidoso. A PMS fala em 800 mil numa rede hoteleira de 40 mil leitos e olhe lá. O Othon Paláce, em Ondina, que recebia muitos turistas durante o carnaval fechou as portas. O Meridien (hoy Pestana) idem.

   7. Os turistas estrangeiros sumiram do Carnaval de Salvador. Quando o Meridien ainda funcionava a gente via levas de italianos nas ruas. Hoje, nada. Deve ter alguns gatos pingados, uma banda da Dinamarca que toca no Pelô (nem sei se tocarão neste 2020). Os paulistas também sumiram porque aprenderam a fazer Carnaval de rua e ficou mais barato para eles. O Momo em Salvador é caro. Estima-se algo em torno de R$15 mil a R$20 mil para quem deseja ficar num hotel de categoria e frequentar camarotes.

   8. Hoje, a festa está sendo mais tipicamente baiana, dos baianos da capital e dos baianos do interior. Aí, sim, milhares se deslocam do interior para a casa de parentes na capital. Sejam bem vindos.

   9. Vale observar que a onda dos camarotes está minguando. O Carnaval pipoca ganhou forças e os governos da PMS e do Estado investem forte nele. Bom para os foliões e para os artistas. Como a baianada é criativa criou o bloco do Elástico que substituiu as cordas, feito apenas para pequenos grupos como se vê na picture.
                                                           ******
   10. O secretário municipal de Cultura e Turismo, Cláudio Tinoco, e o presidente da Saltur, Isaac Edington, estarão à disposição da imprensa para uma avaliação da primeira noite oficial de Carnaval, nesta sexta-feira, às 10h30, na Sala de Imprensa Oficial José Raimundo, montada na Praça Dois de Julho, no Campo Grande.

   11. O projeto de Parceria Público-Privada (PPP) que objetiva a modernização e expansão do parque de iluminação pública de Feira de Santana teve sua primeira audiência pública realizada na manhã desta quinta-feira, 20, na Câmara Municipal.

  12. Prepostos do Banco Mundial e da Caixa explicitaram detalhes do projeto, quando foi acentuado que iluminação é decisiva para a qualidade de vida, impactando principalmente a segurança e o trânsito.

   13. Foi tratado que o caminho da mudança é usar novas tecnologias, como as lâmpadas de LED, que trazem ganhos de eficiência de 40% a 60% e têm o dobro da vida útil, reduzindo o custo de troca e manutenção. Além disso, oferecem melhor qualidade de iluminação, com menor impacto ambiental.
A PPP vai promover a redução de mais de 50% no consumo de energia com a substituição de 100% dos pontos de iluminação das lâmpadas atuais pelas de tecnologia LED.

   14. As regras para emissão da carteira de trabalho na Rede SAC vão mudar. A partir do dia 3 de março, 11 dos 13 postos da capital deixarão de emitir o documento, seguindo determinação do Governo Federal. As exceções ficam por conta das unidades do Barra e de Bela Vista, que irão realizar o serviço mediante agendamento na plataforma SAC Digital (www.sacdigital.ba.gov.br).
 
  15. De acordo a Secretaria do Trabalho, Emprego, Renda e Esporte (Setre) e a Superintendência Regional do Trabalho da Bahia (SRT - BA), responsáveis pela emissão do documento no estado, os dois postos poderão realizar a emissão documento, prioritariamente, para casos excepcionais: cidadãos que serão contratados por empresas que ainda não aderiram ao Sistema de Escrituração Digital das Obrigações Fiscais, Previdenciárias e Trabalhista (eSocial), por organizações não governamentais (ONGs) e por entes da administração estadual e municipal.

  16. Para atender a demanda por novas carteiras de trabalho, os órgãos orientam o uso da CTPS Digital, que reúne informações trabalhistas em um ambiente on-line. A mudança está regulamentada pela Portaria Federal nº 1.065, de 23 de setembro de 2019, que disciplina a emissão do documento em meio eletrônico. 

   17. A CTPS Digital pode ser acessada por meio de aplicativo, disponível para celulares Android e iOS, ou através do SAC Digital. A consulta foi lançada em fevereiro na plataforma estadual, fruto de parceria entre Secretaria da Administração (Saeb), Setre e SRT - BA.

  18. De acordo com a diretora de Qualidade da Rede SAC, Nilza Rios, o atendimento dos postos SAC da capital e Região Metropolitana está capacitado para orientar sobre a mudança e no uso da CTPS Digital. “A equipe dos postos Barra e Bela Vista passou por capacitação especializada para orientar o cidadão que buscar a carteira de trabalho na rede, podendo orientar sobre os casos excepcionais e sobre o uso da CTPS Digital”.

  19. Aline Riscado, a Verão dos comerciais da Itaipava, confirmou presença no Carnaval da Bahia. Ela estará em Salvador no sábado, dia 22, no Carnavalito, na Itaipava Arena Fonte Nova. A atriz e bailarina está a mil neste Carnaval, ela foi uma das estrelas do Olinda Beer, em Pernambuco, que rolou no último fim de semana (domingo, 16).

     20. Para a cobertura nas redes da marca, a Itaipava chamou alguns influenciadores para falar tudo que está rolando nas ruas brasileiras durante o período carnavalesco. Just Neto, John Drops, André Nicolau, Vitor Kley e Aline Riscado vão mostrar todos os momentos das festas que rolam em São Paulo, Olinda, Salvador, Rio de Janeiro, Muzambinho/MG e Votuporanga/SP. 

   21. No Carnavalito, Just Neto vai ensinará alguns passos para arrasar nos hits do carnaval. Além dos stories, o conteúdo produzido em parceria com os influenciadores também vai ser postado no feed do instagram da marca (@itaipava), e poderá ser encontrado por meio da hashtag #CarnavalItaipava.

   22. Em clima carnavalesco, a agricultura familiar pede licença para seu bloco passar. São mais de dois mil produtos que podem ser consumidos fora ou dentro do circuito da folia. E neste ano, pela primeira vez, produtos das cooperativas baianas marcam presença nos circuitos Dodô/Barra Ondina e Osmar/Campo Grande. 

   23. Tem a Banana Chips da Cooperativa de Produtores Rurais de Presidente Tancredo Neves (Coopatan). Nutritiva, leve, crocante, sequinha, nos sabores pimenta, salgada, natural e com canela e açúcar. Tem também os produtos orgânicos da Cooperativa de Agropecuária Familiar de Canudos, Uauá e Curaçá (Coopercuc), presente com doce de corte de umbu, as geleias de umbu e de maracujá da Caatinga. 

  24. Já a Cooperativa da Agricultura Familiar e Economia Solidária da Bacia do Rio Salgado e Adjacências (Coopfesba) traz para o circuito carnavalesco as barrinhas de chocolate com 70% de cacau e a Cooperativa Agroindustrial de Itaberaba (Coopaita) vai energizar a avenida com as barrinhas de cereais nutritivas de abacaxi, jaca e umbu.

   25. Para o representante da Coopaita, Eder Lima, é essencial uma alimentação saudável, não só no carnaval: “Temos um produto que é saudável, de fácil manuseio, que pode ser levado no bolso e que dá aquele gás pra pular, dançar e se divertir. É saboroso e nutritivo”.