quarta-feira, 23 de setembro de 2020
Esporte

CAMPEONATO BAIANO ATLÉTICO ARRANCA EMPATE COM BAHIA NA 1ª DECISÃO

Atlético conseguiu segurar o placar mesmo jogando com dez jogadores no segundo tempo
ZédeJesusBarrêto , Bahia | 06/08/2020 às 00:01
Bahia 0x0 Atlético Alagoinhas
Foto: Felipe Oliveira

  Mesmo com um atleta a mais em campo desde os 34 minutos do primeiro tempo, o Bahia, com o mesmo futebol murrinha, não conseguiu fazer um golzinho no valente e aplicado Carcará de Alagoinhas na primeira partida da decisão do título do Baianão. E por pouco não perdeu a partida, levando um sufoco no final. 

  E o torcedor, ainda injuriado com a perda do Nordestão e a apatia da equipe contra o Ceará, pergunta o que será no sábado (16h30), no jogo das faixas, no mesmo Pituaçu, o Atlético jogando com 11 ?   
**
  Com bola rolando

  Foi o Carcará que começou bicando. Aos 3 minutos, após uma saída de bola com passe errado da defensiva Tricolor (pra variar), o chute forte foi reboteado pelo goleiro Douglas e Tobinho, com o gol à mercê, chutou por cima. 

  Dai em diante o que se viu foi o Bahia fazendo o que Roger mais gosta, com a posse de bola, trocando passes, mas sem conseguir se infiltrar na defensiva de Alagoinhas, bem postada e aguerrida. Aos 31’, Marco Antonio tentou de fora, com o gol vazio e errou o alvo. E aos 34’, o apoiador Makelelê foi expulso, após cometer uma falta e parar o avante Saldanha ( o melhor em campo) que arrrancou e penetrava livre na área para finalizar.

  No segundo tempo, com muitas substituições de parte a parte, o Bahia rondou, pressionou, tentou ...  e nada! O Caracará, com um a menos, fechou-se inteiro, defendeu-se com garra. E nos minutos finais assustou, o Bahia já sem forças, entregue.  A melhor chance foi um chute de Zeca, da entrada da área, aos 10’, acertando o travessão. 
*

  Destaque para a volta do goleiro Douglas, a atuação consistente de Ronaldo e o bom desempenho do avante Saldanha, o mais lúcido na frente. No Atlético, a disposição tática imposta por Agnaldo Liz e a vibração, a vontade de todos. 
  O resultado sem dúvida que favoreceu o Carcará e dá mais ânimo para o confronto final, em busca de um título inédito. No Bahia, a questão é a falta de imaginação, criatividade e objetividade da turma de Roger Machado. Mais uma vez aquele futebolzinho burrocrático e previsível.  

**
 

 Equipes

  Atlético : Fábio, Paulinho, Maílson (Saulo), Eduardo e Felipinho; Makelelê, Dedeco, Edílson (Lucas); Russo, Magno Alves (Vitinho) e Tobinha (Edson).
  Bahia : Douglas, Nino Paraíba (J Pedro), Wanderson, Ernando e Zeca; Elton (Clayson), Ronaldo e Jadson (Alesson); Marco Antonio (Caíque), Saldanha e Daniel.
  Arbitragem de Diego Pombo, sem problemas.   
 
**
  Leão estreia sábado
  A Série B do Campeonato Brasileiro começa nesse fim de semana. O Vitória dá partida no sábado, 19h, no Barradão, onde recebe o Sampaio Corrêa (Maranhão). Bruno Pivetti permanece à frente da equipe, principal competição e foco do Rubro-negro nessa temporada. 
É preciso começar bem.   

**
  Liga dos Campeões 
  Os jogos de volta (que restavam) das oitavas de final serão retomados a partir de sexta, definindo os finalistas. 
  Na sexta-feira, às 16 horas, Manchester City x Real Madrid (o City venceu a primeira, em Madri, por 2 x 1); no mesmo dia e horário, Juventus x Lyon (o Lyon venceu em casa por 1 x 0)
  No sábado, às 16 h, Barcelona x Nápoli (deu empate, 1 x 1, no Sul da Itália); no mesmo horário, Bayern Munique x Chelsea (o time inglês levou 3 x 0 em casa). 
 
**
Zedejesusbarreto    5ago2020