ter?a-feira, 02 de junho de 2020
Esporte

COVID-19: ATIVIDADE FÍSICA MELHORA A IMUNIDADE DAS PESSOAS, DIZ ALPHA

Qualquer exercício é válido para não entrar no sedentarismo
CM , Salvador | 02/04/2020 às 10:17
Qualquer exercício é válido para não entrar no sedentarismo
Foto: OG
Em tempos de coronavírus (COVID-19) temos muito a fazer para minimizar as possibilidades de contágio da doença e seus fatores agravantes. E a atividade física é uma arma que pode auxiliar muito neste processo. Os benefícios dos exercícios físicos são inúmeros, inclusive quando se trata da questão imunológica. A atividade física não previne o contágio do novo coronavírus, mas deixa o organismo mais resistente e protegido contra outras doenças que podem ser fatores determinantes para potencializar a ação do vírus. 

Fortalecendo o sistema imunológico, a resposta do organismo será mais eficiente contra diversos casos de infecção e, é também com esse propósito, que a prática de atividades físicas pode atuar. É praticamente consenso entre os estudiosos que a prática regular de atividades físicas com intensidade moderada pode ser considerada como uma aliada no aumento da imunidade.  O aumento dos linfócitos (células do sistema imunológico que atuam com a função de defender o organismo de agentes desconhecidos) extingue e neutraliza células infectadas por vírus e bactérias.

Porém, em algumas cidades, por conta da pandemia do coronavírus, o fechamento das academias se tornou obrigatório. Desse modo, em tempos de isolamento, a atividade física pode ajudar também no equilíbrio da saúde mental. Segundo Guilherme Reis, Coordenador Geral da Rede Alpha Fitness, reservar dois ou três dias por semana para praticar exercícios em casa já é suficiente para sair do sedentarismo e manter o condicionamento, fortalecendo a imunidade. “Qualquer oportunidade dá para aproveitar e se exercitar. Você pode trocar o elevador pela escada, quando há a possibilidade de sair de casa. Caminhar alguns metros para ir até o mercadinho próximo da residência, ou ainda, uma aula individual na sala de casa mesmo.

 Qualquer exercício é válido para não entrar no sedentarismo”, explica Guilherme. Outros exercícios sugeridos pelo profissional são: Flexão de braços (ajudam a desenvolver o peitoral, e pode ser executado também em pequenos espaços, além de ser relativamente fácil de ser feito), Abdominal (ajudam a tonificar a musculatura da barriga. Para não errar e obter o resultado esperado, vale apostar no mais simples - aquele feito com as pernas flexionadas, pés no chão, mãos na cabeça, sem tirar a lombar totalmente do chão), Polichinelo (além de fácil, é um excelente exercício aeróbico), e o Agachamento(trabalha muito os músculos posteriores de coxa, glúteos, além de lombar e abdômen que auxiliam na sustentação do tronco). 

“A pessoa pode fazer os exercícios na forma de circuito - flexões de braços, os abdominais, o polichinelo e os agachamentos - um na sequência do outro. É importante manter o ritmo estável”, completa Guilherme.

No processo de fazer os exercícios em casa, valem também as orientações dos órgãos sanitários; ou seja, lavar com freqüência as mãos, utilizar o álcool em gel, entre outros. Vale lembrar que a Rede Alpha Fitness lançou projetos para que todos possam se exercitar de casa: o “Alpha de Casa - live training” e o “Alpha de Casa KIDS - live training”. Aulas especiais são ministradas pelos professores da Alpha, ao vivo, através do Instagram (https://www.instagram.com/redealphafitness/?hl=pt-br) da Rede.