sexta-feira, 13 de dezembro de 2019
Esporte

BAHIA PERDE PARA INTER NA FONTE E VÊ SONHO DA LIBERTADORES DISTANTE

Até Gierrero fez dois gols no Bahia
ZédeJESUSBarrêto , da redação em Salvador | 27/10/2019 às 00:18
Bahia 2x3 Inter
Foto: ECB

 
  Com dois gols do artilheiro peruano Guerrero em erros de Lucas Fonseca e cinco gols no segundo tempo o Internacional de Porto Alegre venceu o Bahia na Fonte Nova, 3 x 2, ultrapassou o time baiano no confronto direto na tabela de classificação e deixou mais distante o sonho dos tricolores baianos de ir para a Libertadores da América paroano.

  É o quarto jogo do Bahia em casa sem vencer. Raro e angustiante pro seu torcedor. A equipe caiu de produção, visivelmente, com sua defensiva falhando, jogando muito recuada, com muitos erros de passe no meio campo e alguns atletas estranhamente desconectados em campo, rendendo bem abaixo do normal.

  Nessa fase final da competição, desgastante, a queda de ritmo é comum, mas nessa hora é preciso ter um bom elenco e saber mexer na equipe.  A verdade é que o elenco tricolor é limitado e os reservas geralmente não correspondem  quando entram.

*

 Com o resultado, o Internacional subiu na tabela, foi ao quinto lugar, com 45 pontos, e o Bahia caiu para o 8º (e pode descer mais com a continuação da rodada), parando nos 41 pontos ganhos.

 Preocupa, até porque a sequência de jogos é terrível. Encara o Santos e o Cruzeiro fora de casa. E ainda pega Palmeiras e Flamengo, depois.

  Fica a pergunta: o Bahia tem cacife pra chegar onde?

*

   Em campo 

  O Bahia com sua beca tricolor, de volta à Fonte Nova, perante um bom público  (28 mil torcedores nas arquibancadas), na noite de um sábado primaveril, céu limpo.  O Colorado de branco. Rodada 28.

*

 Com a bola rolando...

 - As duas equipes com postura ofensiva, marcando desde o campo adversário, apertando a saída de bola e atacando com muitos jogadores. Um Inter aplicado em campo.

 - E a primeira boa chance foi do Colorado, aos 10 minutos.  Pra variar, um escanteio alçado na linha da pequena área tricolor, Cuesta subiu mais que Lucas Fonseca e testou forte, a bola caprichosamente carimbou as duas traves de Douglas e não entrou, por sorte dos baianos.

 - Os gaúchos já se mostravam mais eficientes, buscando o gol. Aos 14’, num tiro largo mas certeiro, Douglas espichou-se para espalmar bem pelo alto.   

  - Os visitantes gostavam mais do jogo. O Tricolor chegava nas proximidades da área inimiga mas não penetrava, não conseguia finalizar. E errava muitos passes, na progressão dos ataques.

- Aos 23’, Artur disparou de longe, forte, rasteiro, venenoso, assustando Lomba. Neilton, três minutos depois, tentou também de longe, encobrindo a trave.

 - A zaga baiana estava se posicionando muito atrás, recuada demais, sendo empurrada, abrindo muitos espaços no meio campo para as manobras gaúchas. E deixando os atacantes tricolores muito distantes, às vezes isolados.

 -  Aos 30’, após cobrança de falta alçada por Marco Antonio, Juninho chegou livre na pequena área mas só raspou a cabeça na bola, perdendo a chance. Aos 34’, depois de duas bobeiras defensivas dos donos da casa, Guerrero disparou enviesado mas Douglas salvou.

  - Depois dos 35’, mais equilíbrio.  O Bahia até  melhorou, apertou, a torcida foi junto, acendeu, mas os gaúchos fizeram umas duas ou três faltas duras no meio campo, quebrando o ritmo, e a partida ficou truncada.  Muitos erros de passe e domínio, vacilos, escorregões de parte a parte.

*

 Uma primeira etapa de muita transpiração e pouca inspiração, como diria o saudoso mestre Armando Oliveira. As duas equipes com postura tática semelhante: sem bola, marcação dura e todos na defesa; com a bola, correria. Muitos chutes de longe e tentativas em bolas paradas, alçadas. Raras chances reais de gol. Douglas teve mais trabalho que Lomba.  

 *

  - As duas mesmas equipes e a mesma postura em campo, depois do descanso. As defensivas se impondo e os meias errando muitos passes. Mas ...   olhe o vacilo !

  - Gol ! 1 x 0 Inter, aos 5 minutos. Bola enfiada no miolo da zaga, Lucas Fonseca cochilou, não chegou junto e Guerrero definiu, batendo forte, cruzado e rasteiro, de prima.

  - Gol ! 2 x 0, aos 8 minutos. Lucas Fonseca perdeu no alto para Guerrero, a bola sobrou para Nino que recuou mal, desatento, para Douglas; Parede antecipou-se, livrou-se do goleiro e tocou para o gol vazio. Vacilão defensivo, erro feio, entregada.

-  Aos 10’, numa jogada travada e confusa na defensiva gaúcha, a bola sobrou na área, Gilberto antecipou-se na saída de Lomba, livrou-se do goleiro mas errou o alvo. Aos 13’, após cobrança de escanteio mal rebatido pela zaga colorada, Nino matou no peito e tentou encobrir Lomba, da meia lua, mas o goleiro triscou e mandou a escanteio.

 - O relógio girando, Um Bahia sem brilho, os gaúchos trocando passes, mascando, marcando bem e administrando a vantagem. O torcedor se manifesta, irritado. Gilberto saiu vaiado, Fernandão em campo.  

 - Gol ! 2 x 1 Bahia, Artur, aos 25 minutos. Em jogada individual pela direita, livrou-se da marcação e bateu de canhota, forte e rasteiro; a bola bateu no rodapé da trave, em Lomba e entrou.  Diminuiu a vantagem. Pondo esperança no torcedor e repondo o Bahia no jogo.

 - Aos 28’, Nino levantou e Fernandão testou forte, pra baixo, mas Lomba defendeu. Daí ... 

  - Gol ! 3 x 1, Guerrero, aos 29 minutos.  Lucas Fonseca errou passe no meio campo, Guerra dormiu e Edenilson roubou, enfiou para Guerrero que chamou o lento Lucas pra dançar, fácil, e bateu no canto. Foi uma ducha fria na reação tricolor.

 - Aos 36’, Rogério, que acabara de entrar, arriscou de fora, Lomba rebateu no chão. Aos 38’, após cruzamento de fundo de Rogério, da esquerda, Fernandão livre na área pegou de primeira e jogou longe.

 - Gol ! 3 x 2 , Bahia ! Aos 41 minutos, após uma disputa de bola peloalto, Juninho pegou de canhota, forte e de primeira, uma bola que descaiu na área gaúcha. Golaço !  

  Daria tempo de tentar um empate, pelo menos?  Os gaúchos, malandramente, passaram a travar o jogo, gastando tempo, encerando, dando chutões. Não deu.

  Venceu quem pecou menos. E a defesa baiana deu muito mole no segundo tempo.  

  *

Destaques

- Jornada muito infeliz de Lucas Fonseca, falhando feio nos três gols do Inter. Nino errou também no segundo gol, desatento, atrasando mal a bola para Douglas. Giovanni não existe. Gregore lutou muito, foi o melhor, a despeito de alguns passes errados. João Pedro, uma negação no meio campo; Gilberto irreconhecível, desligadão; Artur fez o gol e pouco rendeu. Marco Antonio fez bom primeiro tempo, só. Juninho jogou duro e fez um golaço!

  Roger escalou mal o meio campo, e precisa ter coragem para mexer na defesa, que está jogando muito atrás. Que tal um descanso, urgente, pra Lucas Fonseca?

  No Colorado, o zagueirão Cuesta, perfeito; Edenílson senhor do meio-campo e Guerrero na frente, goleador, ganhou as disputas individuais, no corpo e na bola, com Lucas Fonseca. Matou o jogo.

   Estreia feliz do treinador Zé Ricardo.

*    

- O atacante Artur, que é do Palmeiras e está emprestado ao Bahia, foi novamente convocado para a Seleção Brasileira Sub-23, a pré-olímpica, que vai disputar o Torneio de Tenerife, entre os dias 11 a 19 de novembro. Na competição, parte do treinamento para o Pré-Olímpico programado para  janeiro de 2020, participam a Argentina, o Chile e os EUA.

*

Escalações

- Bahia : Douglas, Nino, Lucas Fonseca, Juninho e Giovanni; Flávio, Gregore, João Pedro (Guerra); Artur, Gilberto (Fernandão) e Marco Antonio (Rogério).  Treinador, Roger Machado. 

 - Internacional (RS): Marcelo Lomba, Heitor, Bruno Fuchs, Cuesta e Zeca; Lindoso, Edenílson e Perede (Potkker); Neilton, Guerrero e Wellington Silva (Bruno Silva). Treinador (estreante), Zé Ricardo.

 Arbitragem carioca; no apito, Marcelo Lima Henrique. Experiente, rodado, malandro ...

*

Pela 29ª rodada, o Bahia encara o Santos na Vila Belmiro, quinta-feira (dia 31) às 19h15.

**

 Outros jogos da rodada

 - Corínthians 0  x  0 Santos; Ceará 1 x 1 Vasco da Gama; Fluminense 1 x 1 Chapecoense

    Cruzeiro x Fortaleza (21h/sábado)

 No domingo:

  - Grêmio x Botafogo; São Paulo x Atlético(MG); Athlético(PR) x Goiás; Avaí x Palmeiras;

     Flamengo x CSA.

**

 Série B

Neste domingo, às 16 h, o Vitória enfrenta a Ponte Preta, a Macaca de Campinas (SP), no Moisés Lucarelli.  É vencer ou vencer.

 

**

Zédejesusbarreto    26out2o19