quarta-feira, 19 de fevereiro de 2020
Colunistas / A Boa Mesa
Dom Franquito

DOM FRANQUITO em noite de paraíso no Mistura Contorno e el badejo

Um dos melhores restaurantes de Salvador na atualidade
05/07/2016 às 10:19
  A convite de Paolo Alfonsi e da chef Andrea Ribeiro fomos conhecer o Restaurante Mistura Contorno o novo point gastronômico da cidade no altiplano do Cloc Marina Residencial, local da antiga Boate Cloc que marcou época nos idos dos anos 1960/1970, e vista fantástica para a Baía de Todos os Santos, como se a Marina de Loureiro estivesse aos seus pés, mar azul à frente, o Forte do Mar e as embarcações que chegam e saem da antiga Ribeira do Góes em movimento.

   Aos olhos estão as memórias da cidade da Bahia, ex-capital da Colônia e cujo porto foi o mais importante da América do Sul durante mais de 250 anos, e no interior da casa gourmet organizado pelo arquiteto Sidney Quintela, lembranças da arquitetura do antigo casarão Cloc, como arcadas e pilares seculares de tijolos e argila.

   Ressalta-se a memória do Centro Histórico por meio do charme e do requinte de peças antigas, datadas dos séculos XIV e XIX. A atmosfera do Mistura Contorno é um convite para o deleite e quase uma exposição interativa. 
 
   O contemporâneo e o antigo num mesmo ambiente, charmoso, elegante sem ser sofisticado.

   Aconchegante, ótimo para casais com inspirações românticas, para deleite de pequenos grupos, para curtir a noite. E, óbvio, para apreciar o melhor da casa que é a sua culinária, tradição que vem lá do Mistura de Itapuã, onde tudo começou há mais de 20 anos, e tem na arte da chef Andrea, o melhor da culinária mediterrânea com a fusão (mistura) da culinária regional, com sabores especiais e hamonização dos pratos. 

   Diria, o que há de melhor na cidade do Salvador, na atualidade.

   Se o Mistura de Itapuã é ótimo, e segue seu caminho com o inquieto italiano Paolo à frente; o Mistura Contorno, com releituras de clássicos e a arte de Andrea, é melhor ainda.

   Francisco, o maitre Chico que nos atendeu por recomendação de Adriana Nogueira, a RP da Casa, é uma simpatia e nos recebeu com a entrada clássica da casa o Plateau Antipasti - frutos do mar e frios - uma 'mistura' bem dosada de saladinhas de camarões, de polvo, de lagostins, queijo brie, salmão defumado, presunto de parma, pães e um polvo a vinagrete de mergulhar na Baía de Todos os Santos.

   Quinta à noite, a casa estava lotada. O ambiente não é muito grande, algo em torno de pouco mais de cem lugares, e recomenda-se, sempre, fazer-se reserva.

   Há de se perguntar também pelos preços. Ora, para o bom e o melhor paga-se o justo. A adega com botellas de fino trato com vinos italianos, franceses, portugueses, espanhóis, sulafricanos e brasis, entre outros, vai-se a dinâmica do seu cartão de crédito.

   Yo e la señora Bião de Jesus, ainda não abatidos pela crise que tanto se fala, escolhemos um branco italiano Baglio di Luna Nero D'Avola, 2013, um siciliano de sabor frutado e fresco, com textura adequada a um pescaso, uma massa.

   Francisco deixou-nos à vontade para a escolha dos pratos principais e yo optei por um badejo na pedra que ronca (Itapuã) - lombo de badejo com farofa de cuscuz marroquino, lagostins e camarões; e la señora Bião marcou um penne ao pesto de licuri com camarões de rio saltados na manteiga de coral.

   E, claro, ficamos a admirar a beleza da paisagem, os serviços prestados pelos atenciosos garçons, o burburinho das conversas dos clientes e a degustar o baglio como se estivessemos na Sicilia. 

   Paolo, anualmente ou bianualmente, reúne grupos de brasis de Salvador e leva-os para uma rodada gastronômica na Itália, su terra, onde todos nosostros sabemos, come-se e bebe-se como se estivesse no paraíso.

   O Mistura Contorno é também uma saleta do paraíso na concepção bíblica que temos, de um lugar maravilhoso, sustentável, verde, saudável e onde se desgusta bons vinhos e pratos deliciosos.

   O badejo na pedra que ronca - segundo Chico - é uma pedida admirável da casa. Tem tradição, beleza, sabor, harmonia.

   Quando posto à nossa mesa deu até vontade de não desarmá-lo. Mas, como saborerar uma delicia dessas sem o uso dos talheres? Impossível. 

   Assim o fizemos e vimos que, além de belo, o pedra que ronca é delicioso, leve, na medida certa. E, com o baglio, santo dos santos!

   La señora Bião divertia-se com o penne ao pesto de licuri, algo bem original da arte de Andrea.

   - Que tais, perguntou-nos Chico?

   - Divinos, exclamei.
Para fechar la noche, sobremesas de spuma de baunilha com amêndoas praliné e tortinha quente de chocolate com sorvete de creme, adicionados com doses de vinho do Porto.

   Docinhos com vinho do Porto é coisa doutro mundo. Do tal paraiso.

   Então, se você deseja ir ao Paraíso sem sair de Salvador, passa no Mistura Contorno.

-------------------------------------------- 
Mistura Contorno - Restaurante Gourmet
Endereço: Ladeira do Gabriel (Gamboa), 334  
Cloc Marina Residence - Dois de Julho, Salvador – Bahia 
Acesso pela Avenida Contorno
Terças a quintas das 12h às 15h; das 19h às 23h
Sextas e sábados das 12h às 16h; das 19h às 24h
Domingos das 12h às 17h
Reservas: (71) 2137-0782
Tem manobristas
Ambiente climatizado na medida
Plateau de Antipasti R$69,90
Badejo na pedra que ronca R$89,50
Penne ao pesto R$76,00
Blagio di Luna R$130,00
Recebe todos os cartões
Classificação 5 DONS
* Dom Franquito jantou a convite da Casa