quinta-feira, 20 de fevereiro de 2020
Colunistas / A Boa Mesa
Dom Franquito

DOM FRANQUITO visita Edinho da Ceasinha e prova a malassada básica

Nova Ceasinha do Rio Vermelho é também um ponto de atração turística da cidade do Salvador
14/11/2014 às 11:56
 O Mercado da Ceasinha está uma maravilha. É o melhor da cidade do Salvador em conforto, venda de bons produtos em horti, peixes, carnes, flores, frutas desidratadas, cachaças mineiras, azeites, camarões secos de todos os modelos, incensos, folhas, pembas, etc, e possui duas praças de alimentação onde os clientes podem saborear carnes e queijos em deliciosos espetinhos do Informall de dona Ana ao bacalhau frito de outra das tendas. 

   De minha parte, como sou amigo de Edinho da feijoada há anos, desde o tempo do velho Ceasinha e da época em que dom Pedro Irujo, El Basco, intentou pelos impressos e colocou El Bahia Hoje nas proximidades desse ponto, isso nos idos de 1992, óbvio que indo a nova Ceassinha tinha que beijar o santo como se diz no popular e passar na casa de Edinho (primio de Eliá jornalista), ele que trabalha no local há 39 anos, desde 1975.

  Edinho tem história que se duvida. Seus cabelos brancos não o deixam contar lorotas. A conversa é boa. Prosa de primeira. Diz-se que quando um negro põe cabelos brancos na cabeça vistos à mancheia é porque a idade avançou próxima do centenário, 

   Edinho, por posto, quase sempre se veste de branco como Clarindo Silva, outro personagem baiano desse ramo de comes e bebes, continua o mesmo trabalhador incansável no pé-de-balcão, cumprimenta os clientes, vai de mesa em mesa perguntando se está tudo bem, serve às pessoas, retira os pratos e copos das mesas, tudo isso com aquele sorisso que cultiva há anos.

   Não é fácil conseguir uma mesa no Edinho - Comida de Mercado - nos finais de semana, sextas e sábados, naquele horário tradicional do almoço. Por isso mesmo, recomendo à aqueles que desejam provar o feijão de Edinho que cheguem um pouco mais tarde, assim por volta das 14 horas, que fica melhor. No sábado, então, quando rola um som seresteiro por lá e senhoras de alto quilate em idade dançam com a clientela, tanto melhor.

   Yo e la señora Bião, já sabendo disso, fomos numa sexta primeiro às compras na Ceasinha daqueles produtos básicos para o vatapá, o caruru e o peixe de moqueca, por sinal na tenda 'O Caruru' onde são vendidos produtos de primeira qualidade - camarão seco, feijão fradinho, amendoim, castanha, azeite - e depois adquirirmos uns docinhos e frutas cristalizadas para, então, baixarmos nosso santo em Edinho.

   ​- Como está o jovem senhor - pergunto yo ao camarada de branco.

   - Bem, muito bem. É pra já. Vou lhe arranjar uma mesa de pista - diz-me levando meia dúzia de pratos à cozinha e dizendo que o feijão está uma delicia.

   A señora Bião, chique como tal, disse-me que não estava pra feijão naquela sexta e gostaria doutra opção.

   Sentados à mesa, cerveja no ponto da Patagônia, optamos por uma malassada e a jovem garçonete Ane, destacada pelo sambador, disse que sairia em instantes.

   Demorou um pouco. Tanto que socorri a madame francesa com um espetinho de quejo coalho do Informall da senhora Ana, de entrada.

   Depois caminhei até o pé-de-balcão para apressar o pedido.

   - Dia de sexta é essa agonia, descatou Edinho, mas está saindo. 

   Pede pressa a cozinheira, mas, pelo visto, adianta pouco ou quase nada. O melhor mesmo é ter paciência e tomar outra gelada. Nisso, eis que surge Ane com a malassada, feijão, arroz, farofia e pimenta. Trata-se de um pratinho básico de nossa culinária. Nada excepcional. 
 O que vale, mesmo, é ir a nova Ceasinha, curtir o local, fazer compras em suas alamedas e, depois, como fizemos, saborear um feijãozinho amigo, uma malassada, um bacalhau ou um espetinho.

   Quem ainda não foi a Ceasinha tá perdendo um dos bons locais de Salvador. 

------------------------------------------------- 
Restaurante Edinho - Comida de Mercado
Av Juracy Magalhães Jr, 1624
Fone 71. 3272-6777
Ceasinha do Rio Vermelho, Salvador -Bahia
Malassada R$38,00
Aceita todos os cartões
Estacionamento R$3,00 a hora
Não tem ar condicionado
Todos os dias. Aos domingos até 13h.
Nãa funciona às noites só até 18h
Classificação 2 DONS