quarta-feira, 08 de julho de 2020
Cultura

DEZ ANOS SEM O GÊNIO CRIATIVO DE NEGUINHO DO SAMBA, POR JOÃO JORGE

João Jorge Rodrigues é presidente do Olodum
João Jorge Rodriges , Salvador | 11/11/2019 às 17:06
Fotótica de Neguinho do Samba e o Olodum
Foto: Olodum
   Há dez anos o mestre Neguinho do Samba nos deixou e virou uma estrela na constelação de Siriús A e B.

   Aqui no planeta terra temos saudade e lembrança deste homem inventivo, criador, gênio e inspirador de todos nós mulheres e homens. 

   Somos testemunhas vivas de como ele criou sozinho o "samba reggae",  entre 1983 e 1986, dando ao Olodum e ao mundo um novo ritmo. 

   Muitos o traíram em vida, o abandonam. Nós o homenageamos em vida de todas as formas possíveis. No carnaval sobre Dogons e as estrelas Siriús, Neguinho do Samba alegre com seus filhos do "samba "eggae. 

   Obrigado Mestre Neguinho do Samba por tudo até pelas brigas e formas de pensar diversas.

   Agora cabe ao Olodum e a Dida seguirem com as formas originais do "samba eeggae" e com alegria ancestral do mais brilhante te músico da Bahia nos últimos 40 anos. 

   Que os orixás, os inquises, os santos, e os profetas, o tenham recebido com as honras necessárias para ser conduzido ao tribunal de Osiris por Anúbis e encontrado o paraíso eterno. (João Jorge - Presidente do Olodum 2019)