quinta-feira, 23 de novembro de 2017
Tecnologia

Prefeitura de São Paulo utilizará ônibus elétrico construído no Brasil

Cada veiculo tem autonomia para 300km
NF , RJ | 14/07/2017 às 20:48
O ônibus em teste
Foto: SP DIV
     A prefeitura de São Paulo apresentou hoje (14) um ônibus elétrico, alimentado por baterias, com capacidade para 
transportar 84 passageiros e com até 300 quilômetros de autonomia. O veículo foi  totalmente construído no Brasil. 
As baterias são de fosfato de ferro e levam de quatro a cinco horas para serem carregadas. 

A linha em que o ônibus circulará não foi definida e a previsão é a de que o veículo entre em operação até o dia 31 de julho, após passar por 
fiscalizações feitas pela SPTrans (São Paulo Transporte - empresa que faz a gestão do transporte público na capital 
paulista). O ônibus têm ainda motores elétricos embutidos nas rodas e sistemas auxiliares hidráulicos e pneumáticos, 
integrados por meio de uma rede de controle. Esse mecanismo faz com que, em aceleração, o sistema consuma energia das baterias tradicionais e nos momentos de frenagem o sistema de tração transforme a energia dessas baterias em energia elétrica, que fica armazenada nas mesmas baterias.

De acordo com o prefeito de São Paulo, João Doria, a implantação dos ônibus elétricos está dentro do plano de governo 
da prefeitura de promover a redução de emissões poluentes. “Esse modelo emissão zero e baixo nível de ruido, também é equipado com ar-condicionado. O modelo atende ainda a todas as exigências de acessibilidade como piso baixo, rampas de acesso e espaço para cadeiras de rodas, wi-fi e tomadas USB”, disse Doria.