quinta-feira, 24 de agosto de 2017
Tecnologia

61 MORTOS NO INCÊNDIO EM PORTUGAL: O fogo voava diz morador de Leiria

Com informações do DN. Governo decreta 3 dias de luto.
Da Redação , Salvador | 18/06/2017 às 13:08
Pedrigão Grande em chamas e destruição
Foto: DN
  Pelo menos 61 pessoas morreram no incêndio que atinge Pedrógão Grande e outros dois concelhos do distrito de Leiria desde sábado, revelou o ministro António Costa. Um balanço anterior dava conta de 62 mortos, mas uma das vítimas foi registada em duplicado, anunciou o governante.

A freguesia da Graça, Pedrógão Grande, chora-se os mortos e quem está vivo dá "graças a Deus".

O banco da paragem de autocarro no lugar de Nodeirinho, freguesia da Graça, Pedrógão Grande, é o ponto de descanso de Eugénio Santos. A "noite terrível" já passou, mas perdurará na sua memória e nos habitantes do concelho. "Nunca vi coisa assim, o fogo voava", contou ao DN, enquanto confortava o amigo, Manuel Costa.

Ambos passaram a noite em claro, não a combater o fogo, mas a fugir dele. "Aquilo voava".. Na aldeia resta a memória dos mortos, "do Amílcar das peças", "da sogra do Aníbal e a mulher", a "neta", a "filha do Ricardo". Tudo gente da terra, que ou perdeu a vida, ou casa ou esteve quase a morrer.