quarta-feira, 22 de maio de 2019
Política

Catu:Comandante Geral da PM visita município para vê caos na segurança

Vide
Ascom , da redação em Salvador | 30/10/2013 às 17:03
Prefeito de Catu e deputados do PT foram ao secretário da SSP
Foto: DIV
O Comandante Geral da Polícia Militar da Bahia, Coronel Alfredo Castro, vai visitar o município de Catu nesta quinta-feira (31) para acompanhar de perto os resultados das ações de segurança pública, após as mortes de um pastor evangélico e um comerciante por criminosos na última segunda-feira. Moradores do município chegaram a bloquear a BR-110 em protesto pela falta de segurança na cidade. 

Em reunião nesta quarta-feira (30), a cúpula da segurança do estado recebeu o prefeito Geranílson Requião (PT) e os deputados estaduais Joseildo Ramos (PT) e Rosemberg Pinto (PT), que solicitaram maior efetivo de policiais, a implantação da Companhia Independente e renovação da frota de viaturas.

“ Estamos há mais de 15 anos nessa luta. Cidades menores como Entre Rios e Pojuca possuem um efetivo maior que o de Catu, que tem o dobro da população”, reclamou o prefeito Geranílson.

O município conta hoje com um efetivo de apenas 24 policiais. Ao lado do delegado-chefe da Polícia Civil, Hélio Jorge e do próprio Comandante, Coronel Castro, o secretário estadual de Segurança Pública, Maurício Barbosa, determinou a intensificação das operações no município, com a deslocação da polícia especializada.

 “Temos um déficit de 20 mil homens. Não posso criar uma Companhia Independente neste momento sem ter policiais disponíveis, mas vamos recompor o efetivo e verificar a questão das viaturas”, assegurou. 

O secretário relatou que por conta das operações da área de segurança nas médias e grandes cidades, os municípios com até 50 mil habitantes estão sofrendo com a migração da criminalidade. Ele anunciou que um novo concurso está sendo preparado para convocar mais 1.400 policiais que devem ser distribuídos para essas localidades.