ter?a-feira, 23 de julho de 2019
Esporte

MUNDIAL FEMININO: Brasil joga com raça e vence Itália ZÉDEJESUSBARRÊTO

Brasileiras se apresentaram bem melhores do que no jogo contra Austrália
ZédeJesusBarrêto , Salvador | 18/06/2019 às 18:09
Marta, de pênalti, marcou único gol do Brasil
Foto: CBF
BRASILEIRAS VENCEM A ITÁLIA E CLASSIFICAM

 

 Sem dúvida, a melhor e mais equilibrada atuação da equipe brasileira no Mundial, até agora. Com um gol de Marta cobrando pênalti, no segundo tempo, o Brasil  venceu a Itália (1 x 0) e classificou, está nas oitavas de final da competição, com méritos. Jogou com garra  e  foi mais ofensiva em campo, todo tempo. Um triunfo que dá confiança às garotas do Brasil; elas podem chegar  mais longe.  

*

  Escalações:

                      -Itália :  Giulliani, Guagni, Bealtin, Gama e Linari; Bartolli (Boatin), Bugmaschi, Giugliano e Galli; Girelli (Mauro)  e Bonacea (Bergamaschi).

                      - Brasil : Bárbara, Letícia (Poliana), Kathelen,  Mônica e Tamires; Thaísa, Andressinha e Marta; Ludmila, Cristiane (Beatriz) e Debinha.  Técnico, Vadão.

- As italianas de camiseta azul e calções brancos; as brasileiras de amarelo e azul.

*

- Os jogadores da seleção masculina, que disputa a Copa América, mandaram mensagens gravadas de incentivo às meninas.

-  A Itália, com duas vitórias nos dois jogos que disputou, seis pontos, já entrou em campo classificada.

- O Brasil, desfalcado de Formiga e Andressa, machucadas, precisando de pelo menos um ponto, um empate, para garantir uma vaga e seguir adiante na competição.

*

 Bola rolando  

-  As meninas do Brasil começaram bem, buscando o ataque, correndo muito. As italianas marcando duro, com pegada forte, mais robustas.

- A primeira grande chance brasileira foi aos 16’: Marta bateu escanteio fechado, da direita, por baixo e Debinha finalizou de letra para defesa da goleira Guilliani, no reflexo. Na sequência, quase a Marta fez gol olímpico em nova cobrança de escanteio.

- Disputa pegada, algumas entradas violentas, lá e cá, cartões amarelos...  O  Brasil melhor, jogando mais dentro do campo adversário. Aguentará o ritmo ?

 - Aos 22’, Debinha arriscou de fora, forte, passou perto. Aos 28 min, um gol anulado das italianas, por impedimento claro.

 - Com o passar dos minutos, as brasileiras arrefeceram o ímpeto, e as italianas equilibraram. Aos 39’, Bárbara salvou, num chute cara a cara de Bonacea.

- Sem gols na primeira metade. As meninas do Brasil começaram melhor; depois dos 30 as italianas equilibraram bem. 

-   Jogo duro. As meninas da Itália jogam com o sotaque da seleção masculina italiana. Na marcação, defensiva fechada, corpo a corpo, carrinhos...   

*

 - Mesmo ritmo, intensidade de jogo no começo da segunda etapa.

 -  Aos 6 minutos, Andressinha bateu bem uma falta da entrada da área italiana e acertou o travessão. Quase! Aos 10’, bola alçada e Kathelen testou raspando o poste. O Brasil em cima, querendo o gol. Com mais apetite.

  - Aos 20’, Beatriz escorou cruzamento da direita, antecipando-se à zaga, e a bola novamente passou a um palmo do poste. Boa trama, aos 25’, pelo meio, mas o chute sai fraco para defesa da goleira italiana.

  - Aos 28’ , Debinha arrancou  em alta, entrou na área e foi derrubada. Pênalti!  

     Gol ! 1 x 0 Brasil, Marta !  Seu histórico 17º gol em 19 jogos em Copas do Mundo. Penalidade muito bem cobrada, no canto, forte, deslocando a goleira.   E Marta exibiu seu riso de felicidade com um batom cor de vinho, belíssima!

   - Aos 37’, Luana substituiu Marta, exausta. Aguentou bem. Fundamental mais fôlego para garantir o resultado e a classificação.  Suportamos bem até o final. Deu Brasil.

    Sem dúvida, foi uma atuação de gala, equilibrada da equipe brasileira. Podemos chegar  mais longe  na competição.

*

Destaques

Kathelen soberba na zaga.  Andressinha jogou muito. A experiência de Marta. A ousadia de Debinha,  a melhor em campo.

*

 O Brasil pode pegar a França ou Alemanha na etapa seguinte.  Só tem pedreira a partir de agora. 

**